quarta-feira, 31 de março de 2010

Um simples problema de Toner

video

até breve

Stand By Me - pela voz do Mundo



A partir do premiado documentário "Playing For Change: Peace Through Music", vem a primeira de muitas "canções ao redor do mundo" ser lançada de forma independente. Destaque é um cover do clássico de Ben E. King por músicos de todo o mundo, ampliando a sua parte para a canção como ele viajou o mundo.

até breve

Ovo de Páscoa

Clique na tabela acima e veja quanta econimia se pode fazer.

Ovo por ovo... fico com o meu!!!

até breve

Mercado se prepara para corrida às concessionárias nesta quarta


Vendedores vão fazer hora-extra no último dia de IPI reduzido.
Alguns modelos já estão esgotados em lojas de São Paulo.



Nesta quarta-feira (31), último dia de vendas de automóveis com desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), as concessionárias esperam uma corrida de consumidores às lojas. Por conta disso, muitas ampliaram o horário de atendimento.


A alíquota do imposto, que está hoje em 3% para carros flex, voltará a 7% na quinta-feira. O incentivo fiscal foi adotado inicialmente em dezembro de 2008 para todos os veículos, para combater a crise que derrubou as vendas do setor. Desde então, a medida vinha sendo prorrogada.

Até segunda-feira (29), o segmento de automóveis e comerciais leves teve 284.712 unidades vendidas – um aumento de 34,7% em relação a fevereiro, quando foram emplacadas 211.371 unidades. Ao se somarem as vendas de ônibus e caminhões, o número cresce para 299.217 veículos vendidos até o dia 29 – próximo do recorde registrado em setembro, de 308,7 mil.

A projeção da Fenabrave é que março termine com mais de 322 mil unidades vendidas no segmento de automóveis e comerciais leves e mais de 338 mil se somados os caminhões e ônibus.

No início de março, o presidente da entidade, Sergio Reze, afirmou que o mês é tradicionalmente forte em vendas, mas que a proximidade do fim do benefício também ajuda a aumentar a procura.

Nas lojas

Nesta terça (30), o empresário Severino Gomes, 29 anos, buscava um carro novo com desconto de IPI. Ele procurava um Volkswagen Gol ou Fox ou um Chevrolet Corsa. Mas mesmo com a redução, não estava satisfeito com os preços que encontrou. “Meu carro teve um problema no fim de semana e eu aproveitei para correr e ver agora um novo. Mas o preço ainda está bastante alto”, disse.

O comerciante Vanderlei Santoni, 31 anos, aproveitou o desconto e fechou o negócio no penúltimo dia do incentivo. Ele levou para casa um Chevrolet Classic, depois de dois meses de pesquisa e negociação. “Eu ia levar um Celta, mas a diferença para o Classic é pequena e o Classic tem mais espaço. Depois de amanhã o Celta vai estar com o preço do Classic, melhor aproveitar logo”, declarou. “É agora ou nunca”.

Vanderlei Santoni fechou o negócio na penúltimo dia com redução (Foto: Marília Juste/G1)
Na concessionária Caoa, da Ford, o gerente Edgar Vilanova afirma que o ritmo é intenso. “A gente mal tem conseguido almoçar. O movimento de sexta para cá foi surpreendente."

Segundo a assessoria de imprensa da montadora, as concessionárias Ford trabalharão em horário estendido, das 8h às 20h, como têm feito durante todo o mês. A linha de automóveis, utilitários e picapes é vendida com pagamento da primeira parcela após a Copa.

Na GM, os 600 pontos de venda oferecem até o o final desta quarta-feira desconto em dobro sobre o valor do IPI e outras condições de pagamento especiais. Os cortes nos valores, segundo a montadora, podem chegar a R$ 6.600,00, por exemplo, no Vectra 2.0 Next Edition e a R$ 2.370,00 no Celta Life.

A assessoria da Fiat afirma que as revendedoras da rede atuarão no horário normal nesta quarta. O gerente da concessionária Sinal, Valdir Pereira de Castro, afirma que houve um aumento nas vendas de cerca de 30% nos últimos dias. “Acho que teremos um recorde até amanhã”, acredita.

A Volkswagen, segundo a assessoria, trabalhará em esquema de plantão, com horários estendidos, e com ofertas especiais, como, por exemplo, o valor da primeira parcela fixado em R$ 1. O gerente da concessionária Itavox Teles Zolezi conta que a equipe de vendedores está completa até às 22h para “vender todo o estoque”.

Segundo ele, alguns modelos na loja já não serão mais encontrados com o desconto. É o caso do Polo hatch e do Fox 1.6. Na GM Itacolomy, já não é possível encontrar mais o Agile, o Meriva, o Celta quatro portas ou Vectra automático, segundo o consultor de negócios da loja Antônio Manunta Neto. Na Fiat Signal, a faltam o Punto, o Idea e a Palio Weekend.


Fonte: G1
_ _ _

até breve

terça-feira, 30 de março de 2010

A difícil arte de ser "blogueiro"


Tenho recebido várias críticas sobre o blog!

Críticas essas, de pessoas de meu convívio.

Minha companheira diz não lê-lo mais.
Ela reletou-me que sempre ao abri-lo vai direto para o fim da postagem, e ao encontrar “Fonte:...” não a lê.

Ontem bebendo - para isso tenho tempo - com um advogado e um jornalista (este último também blogueiro), também fui rechaçado.

Chegaram a me perguntar se eu estava concorrendo com Jô Soares ou Ary Toledo.

Sei que ultimamente, não só por ordem profissional, mas também por ordem particular, não tenho tido tempo para postar nada do que eles chamam de “útil”.

Fazer uma postagem com um contexto dentro de uma seriedade não é “moleza”.

Sei que tenho obrigações com meus seguidores e não posso ficar postando sem estar imbuído de informações suficientes para dar pareceres ignóbeis.

A minha escassez temporal está me levando a uma insciência, até mesmo dos fatos mais comentados em nosso dia-a-dia.

No caso Nardoni, por exemplo, tive apenas conhecimento daquilo que as pessoas me trouxeram. O que demonstra que até jornais não tenho conseguido contemplar.

Por tal privação temporal, e, ainda, querendo, de alguma forma, não abandonar o blog – mais do que ele já está abandonado - venho postando “noticias” e frivolidades.

Por não ter formação Jornalística, e por dispor, como já dito, de poucos momentos, não posso, e nem quero comparar-me com os grandes blogueiros de nossa cidade.

Posto as notícias que me apetecem, e frivolidades que creio trazer algum tipo de descontração para quem ler. Creio que qualquer pessoa goste um pouco de distração, e longe de mim querer entrar para o mundo humorístico! JÁ DISSE QUE NÃO TENHO TEMPO! Rsrsrsrs

O jornalista e blogueiro, mencionado acima, discorda da linha adotada pela Blogosfera Campista, ao que tange noticiar assuntos que são vinculados obrigatoriamente pela mídia tradicional, como exemplo: o caso Nardoni e o óbito do Armando Nogueira, fatos exaustivamente postados.

Não discordo do amigo.

Acredito que alguns fatos não merecem ser tão massificados. Mas, também sou contra a quem não respeita a dor alheia, e por falta de opção de postagem ou até mesmo para ser puramente do contra, desacata por desacatar. Não é essa a postura desse blog. Prefiro as frivolidades.

Diante do exposto, informo àqueles que desprende algum tempo em passar pelo Cabrunco, que a nossa “linha editorial” – até parece que tô podendo – será mantida, e que, ainda por algum tempo, a penúria das postagens acontecerão, mas só por um pequeno período! Assim espero.

Ahhh! E mais uma coisa: Amor, volte a ler o blog!!!

até breve

Solidariedade e rock n'roll no aniversário do Road Kings


E-mail enviado pela Banda Faixa Etária:

Niterói: solidariedade em duas rodas

Motociclista aposentado da Polícia Rodoviária Federal, respeitado advogado de Niterói e apaixonado por rock n’ roll, Adilson Vasconcellos é pouco conhecido pelo nome de batismo no meio motociclístico nacional. Não há um apaixonado pelas duas rodas, contudo, que não conheça o popular My Boy, que já percorreu o Brasil e os Estados Unidos na sua motocicleta e não cansa de passar para os mais jovens a experiência e os cuidados com a segurança que adquiriu pilotando, a trabalho ou no lazer, as possantes Harley Davidson.

Presidente do Road Kings Moto Clube, My Boy e sua diretoria estão preparando uma grande recepção para os motociclistas que participarem no próximo domingo, dia 4 de abril, da festa que vai marcar o 5º aniversário do Road Kings, com locução do folclórico Ramos, do Aranha do Asfalto, e show do banda Faixa Etária.

O evento será realizado, a partir das 12 horas, no Clube da Cedae, que fica em local de fácil acesso, logo na saída da Ponte Rio-Niterói, nos fundos do 12º BPM. Além do churrasco 0800, muito rock n’roll, sorteio de brindes e troféus, a festa terá um importante objetivo: solidariedade. O ingresso será um quilo de alimento infantil. As doações serão destinadas às crianças portadoras do HIV internadas no Hospital Gafree Guinle. A campanha do Road Kings contra com o apoio da banda Faixa Etária, Polícia Rodoviária Federal, Ponte S.A. e Dicasa Motos.

-- O evento, na Semana da Páscoa, será uma grande confraternização da irmandade formada pelos motociclistas – disse My Boy.

O show da banda Faixa Etária está previsto para 16 horas. O evento contará com estandes de expositores e palestras de agentes da Polícia Rodoviária e do Corpo de Bombeiros sobre segurança de trânsito.

SERVIÇO

# O Clube da Cedae fica na Rua Engenheiro Henri Novo, 21, no Centro de Niterói. É a segunda rua após o 12º BPM (haverá uma placa indicativa do evento na esquina). Os motociclistas procedentes do Rio devem descer pelo acesso a Icaraí (Zona Sul).
# Contato: (21) 8715-3700/2719-8775 (My Boy)
# Dica de passeio: Museu de Arte Contemporânea (MAC), Fortaleza de Santa Cruz, em Jurujuba, e Parque da Cidade, com acesso por São Francisco.


PRÓXIMOS EVENTOS (*)

04/04 - Niterói (Road Kings)
17/04 - Paracambi (MC Boomerangs)
24/04 - Leopoldina-MG - (AMOL)
14/05 - São Gonçalo
15/05 - Porciúncula (MC Urubus)
22/06 - Miguel Pereira (MC Pregos do Asfalto)
24/07 - Cabo Frio (Bikerfest Tubarões 2010)
14/08 - Tesópolis Moto Fest
(*) Com a participação da banda Faixa Etária
_ _ _

até breve

Campos tem agora um Observatório Social


Em passagem pelo blog urgente! deparei-me com a postagem do Vitor Menezes, e, juntamente, com o comentário do Álvaro Marcos, onde se falava na criação do Observatório e no noticiamento do fato pelo site nf10, respectivamente.

E eu não podia deixar de notar , como diz o Joca Muylaert, a foto do meu "irmãozinho" Aurélio.

Sucesso Observatório, e boa sorte "Dindo" Aurélio!
_ _ _

No dia do aniversário, Campos ganha Observatório para controlar contas públicas

Fundado hoje, aniversário de 175 anos da cidade, o Observatório Social de Campos, em solenidade de aclamação da diretoria no auditório da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Além dos representantes das instituições de ensino que lideraram a criação da entidade, participaram representantes de diversas entidades, partidos políticos e movimentos sociais. A nova organização tem como diretor geral o servidor público Aurélio Lorenz Ribeiro.

O Observatório é uma das atividades do Movimento Nossa Campos, entidade criada por meio de Projeto de Extensão da Uenf (Universidade Estadual do Norte Fluminense). De acordo com o coordenador do projeto, Hamilton Garcia, o observatório se soma a diversas outras iniciativas que a sociedade campista empreendeu ao longo do tempo no sentido de buscar exercer controle sobre as contas públicas, lembrando os papéis exercidos por instituições como o IFF (Instituto Federal Fluminense) e a UCAM (Universidade Candido Mendes).


“Nossa intenção é criar novas estratégias que viabilizem o controle social”, disse Garcia, ao explicar a ligação da iniciativa de Campos com outros observatórios brasileiros.

O reitor da Uenf, Almy Júnior Cordeiro, afirmou que, embora o principal foco de um observatório de contas públicas em um município seja a Prefeitura, a atuação da nova entidade também poderá estender sua atuação em relação a outras esferas do poder público e seus órgãos, como a própria Uenf. “Esperamos que o Observatório possa contribuir para melhorar as nossas próprias práticas na Uenf”, disse.

A reitora do IFF, Cibele Daher, também destacou o papel do observatório na qualificação das políticas públicas. “Nós, gestores públicos, temos interesse em desvendar os nossos gastos”, afirmou.

A tradição do Núcleo de Pesquisas em Planejamento Regional e Gestão de Cidades, da Ucam, foi lembrada pelo professor Rodrigo Lira, ao afirmar que o projeto do observatório está em sintonia com o que já era praticado na instituição.

Muitos outros representantes de entidades e instituições foram convidados a falar durante a solenidade. O professor Roberto Moraes, por exemplo, lembrou do papel da internet na difusão das informações e o modo como antigos movimentos encontravam dificuldades em reunir e divulgar informações sobre as contas públicas.

Moraes lembrou ainda que atividades como a de um observatório não devem ser olhadas como ameaça pelo gestor público. Pelo contrário, "a fiscalização da sociedade pode ajudar nas boas políticas, e não devem assustar os bons gestores, que devem ter interesse na divulgação das suas contas", argumentou.

Representando o Forum das Entidades de Campos, o ambientalista José Francisco afirmou nunca ter visto “a nata da indignação campista” reunida com tanta representatividade como nesta tarde, o que, segundo ele, era um sinal do sucesso do projeto. Cerca de 50 representantes de entidades e instituições estavam no auditório.

Se pronunciaram ainda líderes de associações de moradores e empresariais, partidos políticos, sindicatos e órgãos de classe. Não enviaram representantes a Prefeitura de Campos e a Câmara de Vereadores. Nenhum veículo da imprensa local cobriu a fundação do Observatório.
_ _ _

até breve

Consciência Pesada


Um casal dormia profundamente, como inocentes bebês...

De repente, lá pelas três horas da manhã, escutam ruídos fora do quarto.

A mulher se sobressalta e, apavorada, sussurra para o homem que dorme ao seu lado:

- Aaaaaiiiiiii, meu Deus, deve ser o meu marido!!!

O cara se levanta rapidamente e, ensandecido, pula pelado pela janela.

Na queda, se arrebenta nos espinhos de uma roseira e, quando sai da roseira, cai sentado com a bunda numa moita cheia de urtiga.

Todo machucado e coçando mais que cachorro vagabundo cheio de pulgas, ele volta irritado e diz à mulher:

- Sua louca, maluca, pirada do cacete... olha a merda que eu tô! Teu marido sou eu, pô!!!

- Ah, é?!?!? E pulou a janela porquê?

Moral da estória:
"Consciência pesada é um problema sério, muito sério..."
_ _ _

até breve

Ricardo Eletro e Insinuante se unem e já falam em novas fusões para crescer


Empresa, que passa a ser a segunda maior do País em eletroeletrônicos e móveis, planeja entrar em São Paulo no ano que vem.


A segunda maior rede varejista de móveis e eletroeletrônicos do País, resultado da união da baiana Insinuante com a mineira Ricardo Eletro, anunciada ontem, nasce com faturamento de R$ 5 bilhões, 528 lojas e já cogita novas associações para atingir as metas agressivas de crescimento. Em quatro anos, a nova empresa quer dobrar de tamanho, tanto em vendas como em número de lojas, e quer estrear em São Paulo em 2011.


"A abertura de capital não está sendo cogitada neste momento. Queremos aproveitar as sinergias e estamos muito abertos a fusões, que é forma de crescimento que não depende tanto de capital externo", disse Luiz Carlos Batista, da Insinuante. Ele será o presidente do Conselho Executivo da holding que une os dois grupos.

Batista frisou que a nova empresa, cuja holding se chamará Máquina de Vendas e na qual Insinuante e a Ricardo Eletro terão participações igualitárias, inicia as operações sem dívidas e com reserva de caixa.

Entre os recursos que a nova empresa vai dispor está uma sinergia avaliada em R$ 150 milhões, o crescimento acelerado das vendas pela internet, que devem render uma receita de R$ 250 milhões, e cerca de R$ 400 milhões provenientes de contratos de exclusividade de financiamento com instituições financeiras, para bancar as vendas a prazo que estão expirando.

Para este ano, o foco da expansão será o Rio de Janeiro, onde a rede pretende abrir 30 lojas, com investimentos de R$ 50 milhões. As outras 20 inaugurações de 2010 estão previstas para as praças nas quais as duas redes já atuam. Hoje, a nova empresa tem 70 lojas no Rio com a bandeira Insinuante. O plano é mudar a bandeira dessas lojas para Ricardo Eletro, que é a marca mais forte no Sudeste.

Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, que será o presidente da nova empresa, ressaltou que não serão fechadas lojas. "Há uma sobreposição de 5% das lojas", disse o executivo. A intenção é manter as duas bandeiras, sendo que a Insinuante será a marca para o Norte e Nordeste e a Ricardo Eletro para o Sudeste e Centro-Oeste.

Assim como as lojas físicas, os dois sites de vendas pela internet serão mantidos em separado para o consumidor, mas com operações conjuntas na compra de mercadorias. O site está sediado em São Paulo. A meta da empresa é abrir lojas físicas em São Paulo dentro de um ano a um ano e meio. "Vamos entrar em São Paulo com modelo diferente do convencional", disse Nunes.

Sigilo. O anúncio da nova companhia foi marcado por um tom emocional da trajetória dos dois empreendedores, mas não foram revelados os detalhes sobre o capital social e as cifras envolvidas no negócio. "Ganhei um irmão", disse Batista, de 45 anos, ao se referir a Ricardo Nunes, de 40 anos. Batista começou com um pequeno comércio na Baixa do Sapateiro, em Salvador (BA). Nunes contou que vendia mexerica no farol de trânsito, em Divinópolis (MG).

A iniciativa do negócio partiu de Nunes, que procurou Batista para conversar. Os entendimentos demoraram cerca de três meses. Nunes contou que começou a preparar os números da sua empresa para o mercado dois anos e meio atrás, quando trouxe uma diretora financeira para companhia. "Até então, eu não sabia que bicho era esse de Ebtida." Para dar sustentação ao acordo, as duas empresas foram auditadas pela PricewaterhouseCoopers.

Tendência. A união entre empresas do varejo de eletroeletrônicos e móveis aparece como uma tendência, depois que o Grupo Pão de Açúcar comprou o Ponto Frio na metade do ano passado e, na sequência, se uniu às Casas Bahia.

"Estamos nos unindo para sobreviver", comentou Batista, ponderando, em seguida, que não sentiu retração nas vendas em razão da formação da megacompanhia que reúne Casas Bahia, Ponto Frio e Extra Eletro.

Analistas de mercado observam que a empresa mais atingida pelo negócio anunciado ontem é o Magazine Luiza, que não conseguiu comprar o Ponto Frio, e que agora ficou praticamente sem opções de buscar uma união ou aquisição de concorrente de médio porte.

Luiza Helena Trajano Rodrigues, presidente do Magazine Luiza, discorda da análise. Disse que há espaço para crescer abrindo lojas e que planeja mais 30 em São Paulo em 2010. Além disso, a estratégia da empresa é comprar redes menores, disse.
Fonte: Estadão
_ _ _
até breve

sexta-feira, 26 de março de 2010

Loteria...


O marido pergunta à esposa:

- O que você faria se eu ganhasse na loteria?

Ela diz:
- Eu pegaria a minha metade e deixaria você, seu besta...

- Excelente, responde ele. Ganhei 12 reais, pega aqui seus 6 e vaza...
_ _ _

até breve

quarta-feira, 24 de março de 2010

Honda City: Brasileiro com preço para Mexicano!


Honda City brasileiro é lançado no México com preço inicial de R$ 25.800 – Como é possível?

A Honda lança no México o novo City. O sedan brasileiro, produzido na fábrica da Honda localizada em Sumaré – SP, chega ao mercado mexicano com apenas duas importantes diferenças: a primeira é a entrega mais equipamentos desde a versão de entrada e a segunda é o preço equivalente a menos da metade do cobrado no Brasil.

No México, todas as versões são equipadas com freios à disco nas quatro rodas com ABS e EBD, airbag duplo, ar condicionado além dos vidros, travas e retrovisores elétricos. O motor é o mesmo que equipa a versão vendida no Brasil, ou seja, um 1.5 litro que entrega 116 cv de potência.

Por lá, a versão de entrada será oferecida por 197 mil pesos mexicanos, o que equivale a cerca de R$ 25.800. No Brasil, o City LX com câmbio manual (versão de entrada) que não conta com freios ABS, tem preço sugerido de R$ 56.210.

Mesmo lembrando que Brasil e México possuem um acordo comercial que isenta a cobrança de impostos de importação, fica a pergunta: Como é possível um carro fabricado no Brasil ser vendido, com lucro, por menos da metade do preço em outro país?

Fonte: Carplace - Portal do Automovél
_ _ _

até breve

Assinatura eletrônica "Royalties"




até breve

Desabafo de um homem



Uma mulher acorda durante a noite e percebe que o marido não está na cama.

Veste o robe e desce para ver onde ele está.

Encontra-o na cozinha, sentado, pensativo, diante de uma xicara de café.
Parece consternado, olhar fixo na xícara.
Tanto mais, que o vê limpar uma lágrima.

- 'O que se passa, querido'?
O marido levanta os olhos e pergunta-lhe docemente:
-' Você se lembra, há 20 anos, quando saímos juntos pela primeira vez?
Você tinha apenas 16 anos.'
- 'Sim, claro. Lembro como se fosse hoje', responde ela.

O marido faz uma pausa.
As palavras custavam a sair...
- 'Você se lembra quando o seu pai nos surpreendeu enquanto fazíamos amor no banco de trás do carro'?
- 'Sim, lembro perfeitamente', diz a mulher sentando-se ao seu lado... 'Foi um susto!'

O marido continua:
- Lembra quando ele apontou uma arma na minha cabeça dizendo:
'Ou casa com a minha filha, ou te mando pra cadeia por 20 anos'?

- 'Lembro, lembro' - responde ela, docemente.

Ele limpa mais uma lágrima e diz:
- 'Éhhhh... hoje eu ganharia a liberdade!!!'

_ _ _



até breve

terça-feira, 23 de março de 2010

De Macaé para o... CAIXÃO!!!

Roupinol era maior distribuidor de cocaína do Rio, diz polícia.

Traficante se transferira de Macaé para morro na capital.
Ele morreu atirando contra policiais e com granadas na cintura.



O traficante Rogério Rios Mosqueira, 32 anos, o Roupinol, era considerado pela polícia o maior distribuídor de cocaína do estado do Rio e estava sendo investigado há mais de cinco anos. Ele foi morto durante confronto com policiais civis numa operação no Morro São Carlos, no Rio Comprido, na Zona Norte do Rio, na manhã desta terça-feira.

Visite o site do RJTV

Segundo a polícia, Roupinol, que era um dos alvos também da Polícia Federal, usava, ao ser morto, um cinto com granadas.

De acordo com a polícia, o criminoso era aliado de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, favela da Zona Sul do Rio em que teria se escondido após algumas fugas. Roupinol respondia por mais de 28 mandados de prisão.

Traficante atirou granada, diz polícia

O delegado Rodrigo Oliveira, diretor da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), relatou que cerca de 20 homens entraram na favela por volta das 6h20. Eles cercaram a casa onde estava o criminoso, que chegou a arremessar uma das quatro granadas que estavam em cinturão usado por ele. Roupinol tinha ainda uma pistola e carregadores sobressalentes.


Foto: Aluizio Freire / G1 Cinturão com granadas Roupinol (Foto: Aluizio Freire / G1)

O traficante saiu da casa e tentou furar o cerco atirando. Segundo a versão do policial, Roupinol foi baleado e morto na Travessa Castro Alves, no Morro São Carlos. Assim que os integrantes da quadrilha ficaram sabendo de sua morte, houve diversos disparos em vários pontos da favela.

O cerco contou com a ajuda de um helicóptero e do carro blindado da polícia.

A polícia espera que, com a morte de Roupinol, a entrada de grandes quantidades de drogas seja dificultada. “Ele era um expoente dentro da facção, por ser o principal fornecedor de cocaína do estado. Agora, nosso trabalho é impedir que outros ocupem o lugar dele”, completou o delegado.

Procurado também pela Policia Federal, Roupinol estava na lista do Disque-Denúncia do Rio. Uma denúncia contra ele daria recompensa de R$ 2 mil. Ele se transferido para o Morro São Carlos, na região central da capital, depois de controlar o tráfico no conjunto de favela das Malvinas, em Macaé, no Norte Fluminense.

Em cinco bairros de Macaé, o comércio ficou fechado nesta terça. Escolas de três bairros do município também não estão funcionando. O policiamento na cidade foi reforçado.
_ _ _

até breve

Mais uma da Tia Rita Lee...


BBB 2010, IDÉIA DE RITA LEE

A cantora e ativista Rita Lee teve uma daquelas idéias brilhantes, dignas do seu gênio criativo.

Reclamando da inutilidade de programas como o Big Brother, ela deu a seguinte sugestão:

- Colocar todos os pré-candidatos à presidência da República trancados em uma casa, debatendo e discutindo seus respectivos programas de governo. Sem marqueteiros, sem assessores, sem máscaras e sem discursos ensaiados. Toda semana o público vota e elimina um. No final do programa, o vencedor ganharia o cargo público máximo do país. Além de acabar com o enfadonho e repetitivo horário político, a população conheceria o verdadeiro caráter dos candidatos. Assim, quem financiaria essa casa seria o repasse de parte do valor dos telefonemas que a casa receberia e ninguém mais precisará corromper empreiteiras ou empresas de lixo sob a alegação de cobrir o 'fundo de campanha'.

A idéia não é incrivelmente boa?

Se você também gostou, faça coro pela campanha: Casa dos Politicos, já !!!

Rita Lee.
_ _ _
até breve

Chinezinho danado


O chinezinho Hung Chow telefona para o trabalho e diz:

- Séfi, eu no vai trabaiá hoji, muuito doenti. Dô cabeça, dô baliga, dô pelna. No vai!

Diz o patrão:

- Mas Hung Chow, eu preciso muito de você aqui, hoje. Olhe, quando eu me sinto assim, eu procuro minha mulher e peço para ela fazer sexo comigo. Isto me faz sentir muuuito melhor e, então, eu posso trabalhar. Tente isto.

Duas horas mais tarde, Hung Chow telefona e diz:

- Séfi, fazí o que séfi mandô. Sinto agola muito booom! Zá vai trabaiá. Bonita sua casa e pestativa muié sua...
_ _ _

até breve

Emenda Ibsen se baseia em lei inconstitucional, diz Mendes


23/03/2010 - 00h00 ( A Gazeta)

São Paulo

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, disse ontem que a chamada emenda Ibsen, que redistribui os recursos de royalties e participações especiais da produção de petróleo, se baseia em uma lei de 1989 que foi considerada inconstitucional pelo STF.

A emenda, de autoria do deputado Ibsen Pinheiro (PMDB-RS), passou na Câmara e ainda precisa ser aprovada pelo Senado, mas se entrar em vigor acarretará numa perda estimada em cerca R$ 600 milhões por ano no Espírito Santo. Já a receita do Rio de Janeiro reduzirá em aproximadamente R$ 7 bilhões.

Em decisão do fim de fevereiro, o Supremo julgou que o atual modelo de distribuição de recursos do Fundo de Participação dos Estados (FPE), no qual se baseia a Emenda Ibsen, é inconstitucional.


De acordo com o entendimento do STF, a lei previa que os coeficientes fixos do fundo seriam aplicados em caráter provisório até 1991, mas, desde a criação da lei, o Congresso nunca voltou a apreciar o tema.

O STF deu prazo até 31 de dezembro de 2012 para a aprovação de uma nova lei. Se isso não ocorrer dentro do prazo, o FPE será extinto, mas até lá o governo poderá continuar a utilizar os atuais porcentuais que definem o repasse de recursos aos Estados.

“É uma discussão política e relevante para o modelo federativo. Até pouco tempo, ninguém tinha prestado atenção que recentemente o STF declarou a inconstitucionalidade da lei do FPE, exatamente a lei que dá base para essa nova lei de distribuição dos royalties”.

As afirmações do ministro Gilmar Mendes foram dadas após a cerimônia de assinatura de um convênio entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão que preside, e o Corinthians. O convênio prevê que o clube receba adolescentes da Fundação Casa duas vezes por semana para usufruir a estrutura existente no Parque São Jorge.

Por três anos
“O STF na verdade disse que a lei é inconstitucional, mas que ficará em vigor por 36 meses. Então esse debate amplo terá de ser continuado. O Brasil terá de discutir essas questões, não só a distribuição de royalties do pré-sal, mas também o novo critério do FPE porque o Supremo acaba de declará-lo inconstitucional, exatamente aquele critério que está sendo adotado na emenda Ibsen. Então é preciso levar tudo isso em conta”, explicou o ministro.

Mudança abre um grave precedente, diz Hartung
Brasília

Ao contrário do que pode supor o senso comum, a aprovação da emenda Ibsen, que revê a distribuição de royalties do país e representa uma perda de R$ 7 bilhões para a economia do Rio, poderá melhorar o ambiente de negociação em torno das participações governamentais do petróleo a partir de agora.

As manifestações dos governadores de Minas, Aécio Neves, e de São Paulo, José Serra, contra a emenda são uma evidência disso. A avaliação foi feita ontem pelo governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, que alerta para as consequências políticas da aprovação da emenda para todos os Estados.

“A emenda abre um precedente gravíssimo. Ela mexe em fluxo de dinheiro já expresso em compromissos orçamentários dos Estados”, disse Hartung.

Para o governador capixaba, ficou evidente que a proposta aprovada na Câmara traz consequências graves para as contas de dois Estados da federação. Essa constatação facilita as negociações políticas no Senado.

Na prática, o temor dos senadores e governadores é que o precedente possa ser repetido em relação a outras leis que poderão comprometer o equilíbrio fiscal de outras unidades da federação.

“Nós (Estados produtores) estávamos isolados e até um pouco abandonados. Agora, sinto que voltamos a ter espaço para conversar. A emenda trouxe de volta a solidariedade federativa”, disse Hartung.

Não será uma tarefa fácil, porém, admite o governador. Reforçando o argumento do governador do Rio , Sérgio Cabral, Hartung lembra que o Espírito Santo também tem boa parte de suas receitas comprometidas com os royalties e participações especiais de petróleo dos campos em operação.

Hartung também alerta que não faz sentido o argumento de que a distância do litoral não implica em impactos sociais e ambientais nas cidades confrontantes. Essas consequências, afirma, não podem ser ignoradas.

Proposta atrasa relatório da OAB
Denise Zandonadi
dzandonadi@redegazeta.com.br

Os questionamentos quase diários que estão sendo feitos sobre a Emenda Ibsen e, até mesmo sobre os quatro projetos de lei que compõem o novo marco regulatório do pré-sal estão impedindo que a comissão especial da OAB-ES, criada para discutir este assunto, possa elaborar seu relatório final nos próximos dias.

A afirmação foi feita ontem pelo presidente da comissão, o advogado tributarista Luiz Cláudio Allemand, durante a primeira reunião aberta da comissão e convidados para debater o assunto. Allemand disse que a previsão era de que o relatório final fosse apresentado daqui a uma semana ou dez dias, no máximo.

“Agora não temos certeza quanto a esse prazo porque surgem novos dados sobre questões que podem ser abordadas a cada dia”, explicou o advogado. Durante a explanação dos membros da comissão que fazem os estudos sobre o assunto, a criação do fundo social, a capitalização da Petrobras e a mudança do sistema de concessão para o sistema de partilha são pontos ainda em debate e que causam polêmica.

Em todos os países onde existe o modelo de partilha da produção não há royalty, porque União, Estados e municípios, ao invés de receberem a compensação, recebem parte da produção de óleo e gás. No novo marco regulatório, a proposta é de partilha, mas com royalty, o que tem gerado muitas dúvidas, principalmente entre os investidores estrangeiros.

Participaram da reunião de ontem os deputados federais Lelo Coimbra (PMDB), Iriny Lopes (PT) e Rose de Freitas (PMDB) e a deputada estadual Janete de Sá (PMN), além da diretora-geral da Agência Estadual de Energia, Maria Paula Martins, que representava o secretário de Desenvolvimento, Márcio Félix.

Lula pede equilíbrio e saída negociada
Conforme prometido pessoalmente ao governador do Rio, Sérgio Cabral, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou ontem nove senadores de oito partidos da base aliada para uma reunião e pediu equilíbrio e uma saída negociada que evite perdas impostas aos Estados produtores pela emenda Ibsen.

Lula orientou os líderes a conversarem com suas bancadas para auferir a disposição para um acordo e marcou para a próxima semana novo encontro.

Caso não vingue o acordo, ganhou força a estratégia de jogar para depois das eleições a discussão da divisão da renda do petróleo, a partir do desmembramento do projeto que institui o regime de partilha, separando a discussão dos “royalties”.

“O Senado tem condições de melhorar o que saiu da Câmara, que criou um novo conflito federativo. O ano eleitoral não pode prejudicar uma votação tão importante como é o marco regulatório do pré-sal”, afirmou o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, após a reunião de uma hora e meia.

O presidente quer evitar ver a emenda Ibsen aprovada e ter que vetá-la, pelo imenso custo político. Porém, o compromisso de Lula com o veto permanece, pois o Planalto está convencido da inconstitucionalidade da emenda.

No sul do país, compensação pelas perdas
Após reunião com a bancada gaúcha e prefeitos, a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), disse ontem que irá compensar, a seis municípios do Estado, uma eventual perda de receita em royalties do petróleo se o Senado aprovar as regras de distribuição no modelo que passou pela Câmara. O texto - após emenda dos deputados Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) e Humberto Souto (PPS-MG) - mantém 40% com a União e divide o restante de forma igual entre Estados e municípios, sem fazer distinção entre produtores de petróleo e os demais. Estas seis cidades recebem recursos pela existência de operações da Petrobras.

Análise
Situação do FPE favorece o Estado

Rodrigo Rabello Procurador-geral do Estado
“Ainda preciso avaliar mais detalhadamente essa questão, mas pelo que o ministro Gilmar Mendes afirma, se a Emenda Ibsen for mesmo aprovada e depois questionada no STF, ficará totalmente sem fundamento. Quer dizer, perderá a sua essência, uma vez que ela prevê a distribuição dos royalties com base nos critérios do Fundo de Participação dos Estados (FPE) que o Supremo Tribunal Federal considerou inconstitucional no final do mês passado. É preciso deixar claro, principalmente para quem defende a Emenda Ibsen, que o ministro do STF é quem está afirmando ser inconstitucional essa proposição do parlamentar gaúcho. Além disso, existem pelo menos outros sete argumentos que estão sendo avaliados como possíveis de serem questionados e que favoreceriam os Estados e municípios produtores. A situação do FPE mais um dos que podemos utilizar a nosso favor”.

Saiba mais
O que são royalties e como são cobrados?
De modo geral, royalty é um valor cobrado pelo proprietário de uma patente ou ainda por uma pessoa ou empresa que detém o direito exclusivo sobre determinado produto ou serviço. No caso do petróleo, os royalties são cobrados das concessionárias que exploram a matéria-prima, de acordo com sua quantidade, e o valor arrecadado fica com o poder público.

Por que a distribuição de royalties voltou ao centro da discussão?
Com a descoberta da camada pré-sal, o governo federal passou a defender novas regras para a exploração do petróleo no país. Um dos argumentos é de que as empresas terão acesso a reservas de alto potencial e com risco exploratório perto de zero – o que justificaria um novo marco regulatório. Foi nesse contexto que o presidente Lula apresentou, em agosto do ano passado, quatro projetos de lei propondo mudanças no setor, sendo um deles na distribuição dos royalties. Mas os deputados não aceitaram a proposta e aprovaram uma emenda, apresentada pelos deputados Ibsen Pinheiro (PMDB-RS), Humberto Souto (PPS-RS) e Marcelo Castro (PMDB-PI), que prevê a distribuição dos royalties do pré-sal para todos os Estados da federação.

O que dizem os municípios e Estados produtores?
A emenda Ibsen tem sido fortemente criticada pelas lideranças do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, que descreveram a medida como “covardia”. O governador do Rio, Sergio Cabral Filho, chegou a chorar em público ao comentar a decisão da Câmara. Segundo ele, os deputados que votaram a favor da emenda esperando algum “benefício eleitoral” em seu Estado estão “equivocados”. Sua avaliação é de que a população brasileira será “solidária” ao Rio. Representantes dos Estados produtores veem ainda “falhas jurídicas” na emenda, por mudar as regras de contratos já firmados, no caso dos poços que já foram licitados.
_ _ _

até breve

segunda-feira, 22 de março de 2010

E agora... como fica a situação?



Royalties não melhoraram vida em municípios produtores, diz estudo:

19/03 - 07:19 - BBC Brasil

Os royalties do petróleo não têm sido suficientes para melhorar a qualidade de vida da população nos principais municípios produtores, mostra um levantamento que vem sendo coordenado pelo professor Cláudio Dantas, do Departamento de Economia da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Segundo ele, os royalties "trouxeram a corrupção", diante da falta de um marco regulatório sobre a aplicação dos recursos.

"Isso não quer dizer que tenhamos de tirar os recursos desses municípios. Temos é que ter um controle forte sobre esses recursos", diz o pesquisador.

Com foco nas principais cidades produtoras de petróleo, entre elas Campos e Macaé, no litoral norte do Rio de Janeiro, o Departamento vem analisando como os recursos do petróleo estão sendo aplicados nessas cidades - e seus efeitos na qualidade de vida.

Um dos estudos mostra que, desde 2004, o município de Campos gastou R$ 18 milhões em convênios com quatro hospitais da cidade, mas que o número de internações manteve-se o mesmo no período.

Um outro levantamento indica um crescimento elevado nos gastos com Cultura - uma rubrica difícil de ser auditada, segundo Dantas.

Em Quissamã, por exemplo, o gasto chega a R$ 618 per capita, enquanto em São Paulo esse valor é de R$ 19.

Na avaliação do professor da Unesp, a redistrubição dos royalties para todo o país como aprovado na Câmara "não é solução para o problema".

"Não existe uma política deliberada de aplicação dos royalties. Como os municípios não têm qualquer forma de planejamento, esse dinheiro vai para o ralo", diz o pesquisador.

A seguir, trechos da entrevista.

BBC Brasil - Que impacto os royalties do petróleo trouxeram para a região?
Dantas - Nos municípios analisados, sobretudo em Campos e em Macaé, que recebem a maior quantidade de recursos, a gente não viu melhora significativa na saúde, nem na habitação. Há falta de planejamento, desvio de recursos públicos. Vários prefeitos na região foram cassados. Por não ter um controle social adequado, um marco regulatório, o dinheiro dos royalties, na verdade, trouxe com ele a corrupção. Essa é questão-chave. Isso não quer dizer que tenhamos de tirar os recursos desses municípios. Temos é que ter um controle forte sobre esses recursos.

BBC Brasil - Isso quer dizer que royalties não são sinônimo de desenvolvimento?
Dantas - No Brasil, pelo menos, não é. Em outras partes do mundo, é. Nesse momento, temos uma grande chance de ter um novo milagre econômico com os recursos do pré-sal. O fato é que não existe um projeto nacional de desenvolvimento, ou seja, aquilo que o governo federal aponta como foco de investimentos... Isso não tem. Não existe uma política deliberada de aplicação dos royalties. A emenda Ibsen, por exemplo, diz: vamos repartir, então todo mundo vai ganhar uma pequena parte dos royalties do pré-sal. No entanto, os municípios não têm qualquer forma de planejamento. Esse dinheiro vai para o ralo. Vai para contratação de funcionários, vai para corrupção, enfim, destinos que não melhoram a situação da população desses municípios.

BBC Brasil - O debate sobre a redistribuição está errado?
Dantas - É um debate ainda inócuo, de quem ganha e quem perde. O debate é de como os roaylties podem reduzir a desigualdade regional no país. O Nordeste precisa de recursos, sim. Mas não é simplesmente tirar recursos do Rio de Janeiro, que gera um desequilíbrio no pacto federativo. Temos que estabelecer regras de transição. Enquanto ficar nessa briguinha... Fazer um projeto desse, de redistribuição, é justo. Ninguém vai falar que não é justo. Só que isso é incostitucional. Precisa de fato de um plano nacional de desenvolvimento. Só depois a gente pode pensar em redistribuição dos royalties.

Me parece precipitado você tentar resolver o problema dividindo isso para todos os municípios. Será que fazer a simples divisão dos recursos para outros municípios vai resolver o problema das desigualdades? Isso precisa de tempo, precisa ser estudado, olhar as experiencias de municípios que já recebem muitos royalties. E também precisamos pensar na manutenção do pacto federativo. Não se pode colocar um assunto desse em votação em ano de eleição. É obvio que os deputados estão preocupados com o que seus eleitores estão pensando.

BBC Brasil - O senhor defende o uso dos royalties como ferramenta de redução das desigualdades?
Dantas - Já que o recurso é nacional, já que temos uma grande chance, com os recursos do pré-sal, de ter um novo modelo de desenvolvimento, deveríamos pensar em como criar fundos para reduzir as desigualdades regionais. Precisamos olhar para as experiências atuais e tentar compreender o que está sendo feito com os royalties do petróleo. Ou seja, será que as políticas publicas executadas a partir dos royalties têm melhorado a qualidade de vida da população? Eu não tenho certeza se isso melhorou. Pelo contrário, os resultados até agora mostram que a melhora não foi tão fundamental como a gente imaginava. Outros municípios brasileiros têm políticas públicas muito melhores do que a de Campos e Macaé, por exemplo, que são os municípios que mais recebem royalties do petróleo.'
BBC Brasil - Um dos argumentos para uma maior cota dos royalties às cidades produtoras é de que elas precisam ser compensadas pelo fato de que um dia o petróleo vai acabar. Além disso, essas localidades teriam que gastar mais com infraestrutura e proteção ambiental...

Dantas - Na verdade, a discussão dos royalties já perdeu relação com o fato de o bem ser finito. Esse é um debate muito complicado. Há 30 ou 40 anos as pessoas falam que o petróleo é escasso. E aí a gente vai descobrindo o pré-sal, outras fontes, e as reservas estão aumentando cada vez mais. O debate não está mais aí. O debate dos royalties é uma compensação financeira, que já foi julgada pelo Supremo, das mudanças feitas pela Constituição de 88, da não cobrança do ICMS na origem dos recursos do petróleo. Isso faz toda a diferença, inclusive para inviabilizar a emenda Ibsen.

BBC Brasil - E quanto à compensação em função de um maior risco ambiental?
Dantas - Esse argumento não faz sentido. O argumento final é o da compensação pelo ICMS, definido pelo Supremo. No caso da Bacia de Campos, estamos falando de plataformas que estão a 150, a 200 quilômetros da costa. Não é questão de impacto ambiental. Boa parte desses recursos e a totalidade, no caso do pré-sal, vem de alto-mar. O debate não é ambiental, é uma compensação financeira mesmo.

BBC Brasil - Mas essas cidades, em tese, têm que lidar com alguns problemas em função da exploração do petróleo, não?
Dantas - Não. No caso de Macaé, houve um crescimento explosivo da cidade. E você multiplica muito rapidamente a população. Essa pessoa acaba indo para a periferia, vai ocupando áreas de impacto ambiental. E o prefeito não coibiu. E muitas vezes esses lugares foram curral eleitoral. Todos os municípios da região são dominados por alguns grupos. Claro que falta infraestrutura. Mas todas as coisas que foram feitas para atrair esses investimentos para região, foram investimentos federais. A pesquisa de petróleo é federal. E quem está colhendo os benefícios são essas cidades. Tanto em Macaé, como em Campos, o que se tem é uma falta de planejamento urbano.
_ _ _
Tire você mesmo suas conclusões.
até breve

Ahhhhhhhh, se isso for verdade...


Dr. Paulo Ubiratan, de Porto Alegre, RS, em entrevista a uma TV local, foi questionado sobre vários conselhos que sempre nos são dados...

Pergunta: Exercícios cardiovasculares prolongam a vida, é verdade?
Resposta: O seu coração foi feito para bater por uma quantidade de vezes e só... não desperdice essas batidas em exercícios. Tudo gasta-se eventualmente. Acelerar seu coração não vai fazer você viver mais: isso é como dizer que você pode prolongar a vida do seu carro dirigindo mais depressa. Quer viver mais? Tire uma soneca !!!

P: Devo cortar a carne vermelha e comer mais frutas e vegetais?
R: Você precisa entender a logística da eficiência... .O que a vaca come? Feno e milho. O que é isso? Vegetal. Então um bife nada mais é do que um mecanismo eficiente de colocar vegetais no seu sistema. Precisa de grãos? Coma frango.

P: Devo reduzir o consumo de álcool?
R: De jeito nenhum. Vinho é feito de fruta. Brandy é um vinho destilado, o que significa que, eles tiram a água da fruta de modo que vc tire maior proveito dela. Cerveja também é feita de grãos. Pode entornar!

P: Quais são as vantagens de um programa regular de exercícios?
R: Minha filosofia é: Se não tem dor...tá bom!

P: Frituras são prejudiciais?
R: VOCÊ NÃO ESTÁ ME ESCUTANDO!!! ... Hoje em dia a comida é frita em óleo vegetal. Na verdade ficam impregnadas de óleo vegetal. Como pode mais vegetal ser prejudicial para você?

P: Flexões ajudam a reduzir a gordura?
R: Absolutamente não! Exercitar um músculo faz apenas com que ele aumente de tamanho.

P: Chocolate faz mal?
R: Tá maluco? !!!! Cacau!!!! Outro vegetal!! É uma comida boa pra se ficar feliz !!!

E lembre-se: A vida não deve ser uma viagem para o túmulo, com a intenção de chegar lá são e salvo, com um corpo atraente e bem preservado. Melhor enfiar o pé na jaca - Cerveja em uma mão - tira gosto na outra - muito sexo e um corpo completamente gasto, totalmente usado, gritando: VALEU !!! QUE VIAGEM!!!

P S.: SE CAMINHAR FOSSE SAUDÁVEL O CARTEIRO SERIA IMORTAL...!
BALEIA NADA O DIA INTEIRO, SÓ COME PEIXE, SÓ BEBE ÁGUA E É GORDA....!

LEMBRANDO:
COELHO CORRE, PULA E VIVE 15 ANOS, TARTARUGA NÃO CORRE NÃO FAZ NADA E VIVE 450 ANOS.
_ _ _


até breve

sexta-feira, 19 de março de 2010

Iniciado maratona de concursos 2010!









Concursos abertos no país somam mais de 70 mil vagas

Concursos abertos para os Correios, Petrobrás e Banco do Brasil.

Várias oportunidades de empregos.

Petrobrás - Foi aberto pela Petrobrás concurso público onde estão sendo oferecidas 12.462 vagas e formação de cadastro em doze cargos – 8.560 de nível superior e 3.902 de nível médio.
Os salários são de R$ 8.798,64 para nível superior e R$ 5.019,01 para nível médio.

Correios – Continua o período de inscrição para o concurso público dos Correios 2010. O concurso correios oferece 90.565 vagas em todo o Brasil. As vagas são para cargos de nível médio e superior. A remuneração é de até 6.108,37.
As inscrições estão sendo efetuadas através de Agências Credenciadas dos Correios ou apenas baixando a ficha de inscrição. A taxa de inscrição varia de R$ 15 à R$ 30.

Banco do Brasil – Começou o período de inscrição para o concurso público do Banco do Brasil S.A. – BB. O concurso BB sao para varios cargos. A remuneração é de até R$ 12.029,75. As vagas são para candidatos de nível médio e superior. O salário inicial para analista bancário é de R$ 5.431. Para os demais, os vencimentos variam de R$ 1.894,76 a R$ 5.029,75 durante o contrato de experiência e de R$ 5.759,88 a R$ R$ 12.029,75 após o período.

As inscrições serão efetuadas por meio da internet, Baixando as fichas de inscrição, e ficarão abertas até o dia 25 de abril de 2010.
_ _ _
até breve

Um dia de merda


'Aeroporto Santos Dumont , 15:30..

Senti um pequeno mal-estar causado por uma cólica intestinal, mas nada que uma urinada ou uma barrigada não aliviasse.

Mas,atrasado para chegar ao ônibus que me levaria para o Galeão, de onde partiria o vôo para Miami, resolvi segurar as pontas. Afinal de contas são só uns 15 minutos de busão.'Chegando lá, tenho tempo de sobra para dar aquela mijadinha esperta, tranqüilo, o avião só sairía às 16:30'.

Entrando no ônibus, sem sanitários. Senti a primeira contração e tomei consciência de que minha gravidez fecal chegara ao nono mês e que faria um parto de cócoras assim que entrasse no banheiro do aeroporto.

Virei para o meu amigo que me acompanhava e, sutil falei:

'Cara, mal posso esperar para chegar na merda do aeroporto porque preciso largar um barro.'

'Nesse momento, senti um urubu beliscando minha cueca, mas botei a força de vontade para trabalhar e segurei a onda.'

O ônibus nem tinha começado a andar quando, para meu desespero, uma voz disse pelo alto falante: 'Senhoras e senhores, nossa viagem entre os dois aeroportos levará em torno de 1hora, devido a obras na pista.

'Aí o urubu ficou maluco querendo sair a qualquer custo'. Fiz um esforço hercúleo para segurar o trem merda que estava para chegar na estação ânus a qualquer momento. Suava em bicas. Meu amigo percebeu e, como bom amigo que era, aproveitou para tirar um sarro.

O alívio provisório veio em forma de bolhas estomacais, indicando que pelo menos por enquanto as coisas tinham se acomodado. Tentava me distrair vendo TV, mas só conseguia pensar em um banheiro, não com uma privada , mas com um vaso sanitário tão branco e tão limpo que alguém poderia botar seu almoço nele. E o papel higiênico então: branco e macio, com textura e perfume e, ops, senti um volume almofadado entre meu traseiro e o assento do ônibus e percebi, consternado, que havia cagado. Um cocô sólido e comprido daqueles que dão orgulho de pai ao seu autor.

Daqueles que dá vontade de ligar pros amigos e parentes e convidá-los a apreciar na privada.

Tão perfeita obra, dava pra expor em uma bienal.

Mas sem dúvida, a situação tava tensa. Olhei para o meu amigo, procurando um pouco de piedade, e confessei sério:

'Cara, caguei!'

Quando meu amigo parou de rir, uns cinco minutos depois, aconselhou-me a relaxar, pois agora estava tudo sob controle.

'Que se dane, me limpo no aeroporto', pensei.

'Pior que isso não fico'.

Mal o ônibus entrou em movimento, a cólica recomeçou forte.

Arregalei os olhos, segurei-me na cadeira mas não pude evitar, e sem muita cerimônia ou anunciação, veio a segunda leva de merda. Desta vez, como uma pasta morna. Foi merda para tudo que é lado, borrando, esquentando e melando a bunda, cueca, barra da camisa, pernas, panturrilha, calças, meias e pés.

E mais uma cólica anunciando mais merda, agora líqüida, das que queimam o fiofó do freguês ao sair rumo a liberdade. E depois um peido tipo bufa, que eu nem tentei segurar. Afinal de contas, o que era um peidinho para quem já estava todo cagado...

Já o peido seguinte, foi do tipo que pesa. E me caguei pela quarta vez. Lembrei de um amigo que certa vez estava com tanta caganeira que resolveu botar modess na cueca, mas colocou as linhas adesivas viradas para cima e quando foi tirá-lo levou metade dos pêlos do rabo junto. Mas era tarde demais para tal artifício absorvente. Tinha menstruado tanta merda que nem uma bomba de cisterna poderia me ajudar a limpar a sujeirada.

Finalmente cheguei ao aeroporto e saindo apressado com passos curtinhos, supliquei ao meu amigo que apanhasse minha mala no bagageiro do ônibus e a levasse ao sanitário do aeroporto para que eu pudesse trocar de roupas. Corri ao banheiro e entrando de boxe em boxe, constatei falta de papel higiênico em todos os cinco.

Olhei para cima e blasfemei: 'Agora chega, né?'

Entrei no último, sem papel mesmo, e tirei a roupa toda para analisar minha situação (que concluí como sendo o fundo do poço) e esperar pela minha salvação, com roupas limpinhas e cheirosinhas e com ela uma lufada de dignidade no meu dia.

Meu amigo entrou no banheiro com pressa, tinha feito o 'check-in' e ia correndo tentar segurar o vôo. Jogou por cima do boxe o cartão de embarque e uma maleta de mão e saiu antes de qualquer protesto de minha parte. 'Ele tinha despachado a mala com roupas'.

Na mala de mão só tinha um pulôver de gola 'V'.

A temperatura em Miami era de aproximadamente 35 graus.

Desesperado comecei a analisar quais de minhas roupas seriam, de algum modo, aproveitáveis. Minha cueca, joguei no lixo. A camisa era história.
As calças estavam deploráveis e assim como minhas meias, mudaram de cor tingidas pela merda . Meus sapatos estavam nota 3, numa escala de 1 a 10.
Teria que improvisar. A invenção é mãe da necessidade, então transformei uma simples privada em uma magnífica máquina de lavar. Virei a calça do lado avesso, segurei-a pela barra, e mergulhei a parte atingida na água. Comecei a dar descarga até que o grosso da merda se desprendeu. Estava pronto para embarcar.

Saí do banheiro e atravessei o aeroporto em direção ao portão de embarque trajando sapatos sem meias, as calças do lado avesso e molhadas da cintura ao joelho (não exatamente limpas) e o pulôver gola 'V', sem camisa. Mas caminhava com a dignidade de um lorde.

Embarquei no avião, onde todos os passageiros estavam esperando o 'RAPAZ QUE ESTAVA NO BANHEIRO' e atravessei todo o corredor até o meu assento, ao lado do meu amigo que sorria.

A aeromoça aproximou-se e perguntou se precisava de algo.

Eu cheguei a pensar em pedir 120 toalhinhas perfumadas para disfarçar o cheiro de fossa transbordante e uma gilete para cortar os pulsos, mas decidi não pedir:

'Nada, obrigado.'

Eu só queria esquecer este dia de merda. Um dia de merda...

* Luis Fernando Veríssimo*
_ _ _

até breve

quinta-feira, 18 de março de 2010

XV Ostras Cycle 2010 - Programação

Os moto clubes Jaguar do Asfalto e Ostradeiros e a Secretaria de Turismo de Rio das Ostras divulgaram a programação oficial da 15ª edição do Encontro Internacional de Motociclistas de Rio das Ostras. O evento acontecerá entre os dias 25 e 28 de março, em Costazul e reunirá motociclistas da América Latina.

A grande novidade deste ano é a força do rock n’roll no evento. Numa decisão conjunta, não haverá apresentações de esportes radicais no antigo camping e na praça de alimentação. No local será montado um palco para shows de rock. No final da Avenida Roberto Silveira, junto à praia, será montado o palco tradicional, onde a banda Faixa Etária se apresenta às 22 horas do sábado, dia 27. Ao todo, vão se apresentar 18 bandas. No sábado, churrasco para os motociclistas a partir das 12 horas no antigo camping. Mais informações: ostracycle.com.br.

PROGRAMAÇÃO – PALCO DA AV. GOV. ROBERTO SILVEIRA

DATA HORÁRIO ATRAÇÕES

25/03/10
Quinta-feira
16h Abertura
17h Banda PDA
19h Banda Rei Midas
21h Jeferson Gonçalves
23h Banda Fahrenheit 300

26/03/10
Sexta-feira
16h Banda The Riders
18h Banda Made in Rock
20h Banda Black Bird Beatles Cover
22h Banda Sanctuarium
00h Banda Echoes Pink Floyd Cover

27/03/10
Sábado
16h Banda Blackaviar
18h Banda Segredo Estado
20h Banda Cilindrada
22h Banda Faixa Etária
00h Banda Blue’s Etílico

28/03/10
Domingo
12h Banda Route 69
14h Banda Caravellas
16h Banda The Gunners ( Cover de Guns N. Roses)

PROGRAMAÇÃO – PALCO DO CAMPING – PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO
DATA HORÁRIO ATRAÇÕES

26/03/10
Sexta-feira
18h Banda Route 69
20h Banda Caravellas
22h Banda Blackaviar

27/03/10
Sábado
12h Churrasco com a Banda Caravellas
14h Banda Fahrenheit 300
16h Banda Sanctuarium
18h Banda Made in Rock
20h Banda The Riders
22h Banda Big Bee

MARICÁ

Antes de Rio das Ostras, Maricá. Os Guardiões de Ouro de Maricá recebem os motociclistas de todo o estado no próximo domingo, dia 21, para comemorar o oitavo aniversário do moto clube de São José do Imbassaí. O evento começa 12h com churrasco 0800 e muito rock. A banda Faixa Etária se apresenta às 16h. O evento será na quadra dos Inocentes. Os shows serão realizados em área coberta. Mais informações com Júnior (21-7852-2469 ou 21-2701-3633 ou 21-7852-2469.

NITERÓI

Depois de Rio das Ostras, Niterói. Confirmado para o dia 4 de abril, no clube da Cedae, que fica nos fundos do batalhão da PM de Niterói, o evento que marcará o quinto aniversário do MC Road Kings, presidido por My Boy. O evento tem caráter filantrópico: um ingresso é um quilo de alimento infantil não perecível. As doações serão destinadas às crianças portadoras do vírus HIV internadas no Hospital Gafree Guinle. A banda Faixa Etária, que apóia a campanha, se apresenta às 18 horas. Mais informações com My Boy: 21-8715-3700. O evento conta com o apoio da Dicasa Motos, Ponte S.A. e Polícia Rodoviária Federal.

PORCIÚNCULA

A banda Faixa Etária fará o show principal do evento dos Urubus de Porciúncula. O evento, um dos mais tradicionais do estado, está marcado para os dias 14, 15 e 16 de maio. Mais informações: Ademir (22) 8823.1057/Fabio (22)3842.1135/Clailton (22) 3842.1042

--
BANDA FAIXA ETÁRIA
faixaetaria.com.br
twitter.com/faixaetaria
e-mail: bandafaixaetaria@gmail.com
Contatos:
(21)9983-2182/7850-7307- ID: 81#59089
Paulo Roberto
"Ter problemas na vida é inevitável, ser derrotado por eles é opcional" (Roberto Shinyashiki)

--
MOTO CLUB DE CAMPOS
*** Rumo a Um Século de Existência
Site:www.motoclubdecampos.com.br
História: www.motoclubdecampos.com.br/historia.htm
http://www.motoclubdecampos.com.br/galeria/index.php?list=11
_ _ _

até breve

segunda-feira, 15 de março de 2010

Fora do Ar!


Por motivos particulares deste blogueiro, o Cabrunco ficará alguns dias sem nenhum tipo de atividade... quer dizer: tentarei ao máximo, mas não creio que terei êxito.


Espero que até o fim da semana já ter resolvido minhas pendências pessoais!
até breve

Matéria antiga, mas de enorme importância... tenhamos fé!


Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Pastores presos nas ferragens de acidente louvam à Deus com hinos e levam os bombeiros às làgrimas.


Dois pastores evangélicos e um motociclista morreram num acidente envolvendo sete veículos, na manhã de ontem (24/02/2010), na Rodovia do Contorno, trecho da BR 101 que liga Serra a Cariacica na região metropolitana de Vitória, no Espirito Santo.

Os religiosos pertenciam à Igreja Assembleia de Deus e haviam saído de Alegre, município da Região Sul do Estado, rumo a uma convenção estadual da igreja em Nova Carapina II, na Serra.

Os veículos - cinco caminhões, uma moto e um automóvel Del Rey - bateram um atrás do outro. O engavetamento aconteceu às 8h15, no quilômetro 277, na Serra. Os pastores estavam no carro.

Tudo começou quando um caminhão freou por causa do intenso fluxo de carros no sentido Cariacica - Serra. Os veículos que vinham atrás dele frearam também, mas o último caminhão - de uma empresa de cerveja - não conseguiu parar a tempo. Com isso, os veículos que estavam à frente foram imprensados uns contra os outros.

Os pastores José Valadão de Souza e Nelson Palmeira dos Santos e o motociclista Jonas Pereira da Silva, 52 anos, morreram no local. Dois outros pastores, que também estavam no Del Rey, sobreviveram, e o motorista de um dos caminhões sofreu arranhões nas pernas. Nenhum dos outros caminhoneiros ficou ferido.

O proprietário e condutor do Del Rey é o pastor Dimas Cypriano, 61 anos, do município de Alegre. Ele saiu ileso do acidente e teve ajuda do motorista José Carlos Roberto, carona de um dos caminhões, para sair do veículo.

Seu amigo de infância, o pastor Benedito Bispo, 72, ficou preso às ferragens. Socorristas do Serviço Médico de Atendimento de Urgência (Samu) e bombeiros fizeram o resgate dele. O pastor teve politraumatismo e foi levado para o Hospital Dório Silva, na Serra.

A mulher de Benedito chegou a ver o marido sendo socorrido e teve que ser amparada por um familiar. Ela também seguia para a convenção num outro veículo. A rodovia ficou interditada durante vários momentos da manhã de ontem nos dois sentidos. O trecho só foi totalmente liberado no início da tarde.

O pastor Dimas Cypriano, que sobreviveu ileso ao acidente na manhã de ontem, no Contorno, contou que usava cinto de segurança e que ficou preso ao tentar sair. Ele dirigia o Del Rey e disse que precisou de ajuda para sair do carro. Mas depois continuou no local, acompanhando os trabalhos de resgate do colega, Benedito Bispo. Nas mãos, levava uma Bíblia que ficou suja de sangue. Mas isso não impediu que o pastor orasse durante o socorro.

O mais comovente do triste episódio, foi o relato dado pelos dois pastores sobreviventes, populares e pelos bombeiros que tentavam tirar os pastores, ainda com vida, presos às ferragens.

As testemunhas citadas, contam que os pastores Nelson Palmeiras e João Valadão, presos nas ferragens, em meio a um mar de sangue que os envolvia, começaram a cantar o Hino 187 da harpa cristã:


Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!
Ainda que seja a dor
Que me una a ti,
Sempre hei de suplicar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!

Andando triste
Aqui na solidão
Paz e descanso
A mim teus braços dão
Nas trevas vou sonhar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!

Minh'alma cantará a ti Senhor!
E em Betel alçará padrão de
Amor,
Eu sempre hei de rogar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!

E quando Cristo,
Enfim, me vier chamar,
Nos céus, com serafins irei
Morar
Então me alegrarei
Perto de ti, meu Rei, meu Rei,
Meu Deus de ti!

Aos poucos suas vozes foram se silenciando para sempre.

As lágrimas tomaram conta dos bombeiros, acostumados a resgatar pessoas em acidentes graves, porem jamais viram alguem morrer cantando um hino; como foi o caso dos pastores Nelson Palmeiras e João Valadão.
_ _ _

até breve

sábado, 13 de março de 2010

Para encerrar "bem" a semana da Mulher!!!


REGRAS PARA A COPA DO MUNDO

Queridas esposas, noivas, namoradas. E também parceiras, amantes, concubinas, filhas, sobrinhas, primas, tias, madrinhas, amigas, colegas ou qualquer criatura do sexo feminino:


Divulgamos, com 90 dias de antecedência, as 13 regras para a Copa de 2010 para que vocês leiam com calma, entendam e não encham nossos sacos depois dizendo que não sabiam. Vocês sempre acham que sabem de tudo

1. Durante a Copa, a televisão é minha. 100% minha, o tempo todo. Sem exceção nem discussão.
Estarei cagando e andando se for o último capítulo da novela das 8, onde Helena, a mocinha, comete suicídio introduzindo um ferro em brasa na boca. Se você dirigir o olhar ao controle remoto, uma vez sequer, você perderá... Perderá os olhos!

2. De 9 de junho a 9 de julho de 2010, você deverá ler a seção de esportes do jornal de modo a se manter a par do que se passa com respeito à Copa do Mundo, o que lhe permitirá participar das conversas. Caso não proceda desta maneira, você será olhada com maus olhos, ou mesmo ignorada por completo. Neste caso, não reclame por não receber nenhuma atenção.

3. Se você precisar passar em frente à TV durante um jogo, eu não me importarei, contanto que seja pra me trazer uma cerveja e o faça rastejando e sem me distrair. Se você decidir se exibir nua diante de mim à frente da TV, esteja certa de vestir-se imediatamente em seguida pois, se pegar um resfriado, não terei tempo de levá-la ao médico nem de lhe dar assistência durante o mês da Copa.

4. Durante os jogos eu estarei cego, surdo e mudo, exceto nos casos em que eu solicite que me encha o copo de cerveja, ou peça a você a gentileza de me trazer algo para comer. Você estará fora de si se achar que irei ouvi-la pedir para abrir a porta, atender o telefone ou pegar nosso bebê que possa ter caído no chão... não vai acontecer. Ir ao supermercado meia antes de um jogo então será considerado motivo de separação.

5. É uma boa idéia manter pelo menos 2 caixas de cerveja na geladeira o tempo todo, bem como razoável variedade de tira-gostos e belisquetes. E, por favor, não faça cara feia para meus amigos quando eles vierem assistir jogo aqui em casa comigo. Como recompensa, você estará autorizada a transar comigo e assistir TV entre meia-noite e seis da manhã, a menos, é claro, que neste período haja a reprise de algum jogo que eu tenha perdido durante o dia.

6. Por favor, por favor, por favor! Se me vir contrariado por algum time de meu interesse estar perdendo, NÃO DIGA coisas como "Ah, deixa isso pra lá, é só um jogo..." ou "Não se preocupe, eles vão ganhar da próxima vez..." Se disser coisas desse tipo, só me deixará com mais raiva e vou amá-la menos. Lembre-se, você jamais saberá mais sobre futebol do que eu e suas supostas "palavras de encorajamento" apenas nos levarão à separação ou ao divórcio.

7. Você será bem-vinda a sentar-se comigo para assistir um jogo e poderá me dirigir a palavra no intervalo entre o 1º e o 2º tempos, mas apenas durante os comerciais e (importante) APENAS se o placar do primeiro tempo tiver sido do meu agrado. Favor notar também que especifiquei UM jogo, ou seja, não use a Copa do Mundo como pretexto mimoso para aquela coisa de "passarmos tempo juntos".

8. Os repetecos dos gols são muito importantes.
Não importa se já vi o gol ou não, eu quero ver novamente. Muitas vezes.

9. Não incomode a mim ou meus amigos perguntando sobre as regras do futebol.
Olhe o jogo e finja que está entendendo. Pule e grite quando eu pular e gritar. Nunca, jamais pergunte como funciona a regra do IMPEDIMENTO. Você não tem necessidade de entender isto.

10. Avise suas amigas para no mês da Copa não darem à luz nenhum neném, ou mesmo promover qualquer festa de criança ou eventos de qualquer natureza que exijam minha presença, porque:
a) Eu não vou;
b) Eu não vou, e
c) Eu não vou.

11. No entanto, se um amigo meu nos convidar para ir à casa dele num domingo para assistir um jogo, iremos de imediato.

12.. As resenhas e debates esportivos da Copa toda noite na TV são tão importantes quanto os jogos propriamente ditos. Que nem lhe passe pela cabeça dizer coisas como "Mas você já viu isso tudo.... porque não muda para um canal que todos possamos assistir?" Se disser algo assim, saiba desde já que a resposta será: "Veja a regra nº 1 dessa lista".


13. E, finalizando, por favor poupe-me de expressões como "Graças a Deus que só tem Copa do Mundo de quatro em quatro anos". Estou imune a manifestações ridículas dessa natureza, pois após a Copa vêm a Liga dos Campeões, a Sub20, o campeonato italiano, o espanhol, o alemão, o brasileirão, o cariocão, o paulistão, o mineirão, o baianão, etc.

Grato por sua cooperação

_ _ _


até breve

Algumas de Churchill


Quando Churchill fez 80 anos um repórter de menos de 30 foi fotografá-lo e disse:

- Sir Winston, espero fotografá-lo novamente nos seus 90 anos.

Resposta de Churchill:

- Por que não? Você me parece bastante saudável.

*******************************************

Telegramas trocados entre Bernard Shaw ( maior dramaturgo inglês do século 20 ) e Churchill ( maior líder inglês do século 20 ).

Convite de Bernard Shaw para Churchill:

"Tenho o prazer e a honra de convidar digno primeiro-ministro para primeira apresentação minha peça Pigmaleão. Venha e traga um amigo, se tiver."

Bernard Shaw

Resposta de Churchill para Bernard Shaw:

"Agradeço ilustre escritor honroso convite. Infelizmente não poderei comparecer primeira apresentação. Irei à segunda, se houver."

Winston Churchill

*********************************************

General Montgomery estava sendo homenageado, pois venceu Rommel na batalha da África, na IIª Guerra Mundial.

Discurso do General Montgomery:

"Não fumo, não bebo, não prevarico e sou herói"

Churchill ouviu o discurso e com ciúme, retrucou:

"Eu fumo, bebo, prevarico e sou seu chefe!"

***********************************************

Bate-boca no Parlamento inglês. Aconteceu num dos discursos de Churchill em que estava uma deputada oposicionista, do tipo Heloisa Helena, que pediu um aparte. Todos sabiam que Churchill não gostava que interrompessem os seus discursos. Mas foi dada a palavra à deputada e ela disse em alto e bom tom:

-"Sr. Ministro, se V. Exa. fosse o meu marido, colocava veneno em seu café!"

Churchill, com muita calma, tirou os óculos e, naquele silêncio em que todos estavam aguardando a resposta, exclamou:

-"Se eu fosse o seu marido, eu tomava esse café!"
_ _ _

Sir Winston Leonard Spencer-Churchill (Oxfordshire, 30 de Novembro de 1874 — Londres, 24 de Janeiro de 1965) foi um nobre, estadista britânico, escritor, jornalista, orador e historiador, famoso principalmente por sua atuação como primeiro-ministro do Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial.
E tem gente que reclama do Lula!!! rsrsrsrs
até breve

sexta-feira, 12 de março de 2010

CVS: patologia entre os usuários de PC



Não é difícil hoje em dia passar mais de duas horas em frente ao
computador. O uso da informática é cada vez mais comum, seja no ambiente
de trabalho ou doméstico. Este hábito tem exigindo cada vez mais dos
olhos humanos, gerando consequências como a Síndrome do Usuário de
Computador ou CVS (Computer Vision Syndrome).


A síndrome, também conhecida como fadiga visual, atinge entre 70 e 90%
dos usuários de informática. Os sintomas são dor de cabeça, olhos
vermelhos, lacrimejamento em excesso ou olho seco, sonolência e vista
cansada.


O oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier,
finalizou uma pesquisa recentemente em que foram acompanhados 2 mil
pacientes que usam o computador de 12 a 14 horas por dia. O resultado
mostra uma relação direta entre o mau uso do PC e o aumento da cefaléia,
olho seco e até da miopia entre crianças.


Segundo o especialista, quando usamos o micro movimentamos pouco o globo
ocular e piscamos, em média, cinco vezes menos que o normal. Isso
prejudica a troca do filme lacrimal, uma película responsável pela
umidade na superfície do globo ocular. A situação piora para usuários de
lentes de contato, que é hidrofílica. "É como se ela bebesse água do
olho", explica Queiroz. Os ambientes refrigerados também agravam o
ressecamento.


Outro fator importante são as 16,7 milhões de cores geradas pelo monitor
de vídeo, que sobrecarregam a musculatura responsável por regular a
entrada de luz até a retina. As imagens em pixels exigem ajuste de foco
milhares de vezes por dia.


Também se relacionam a esse fato a iluminação do ambiente e a posição do
monitor. Ambientes excessivamente claros que geram reflexos e o monitor
em uma posição muito alta exigem mais da visão do usuário.


Os tratamentos variam conforme o caso e os sintomas. Os problemas mais
comuns são a miopia transitória em crianças e a presbiopia, ou vista
cansada, nos adultos, principalmente acima dos 40 anos.


Fátima Soares, 44, fica em frente ao computador de 4 a 5 horas por dia
usando programas de mensagem instantânea e de multimídia. "Não tem
jeito,
o olho logo começa arder" afirma a secretária que já sofria de miopia e
passou a apresentar os sintomas da fadiga visual. Informada sobre a CVS
por seu oftalmologista, Fátima procura fazer descanso durante seu
expediente.


Dicas

Leôncio Queiroz ressalta que projetos desenvolvidos no Alabama para
reduzir a CVS demonstram que o conforto visual aumenta a produtividade
em 20%. As principais dicas do médico para eliminar a fadiga visual são:


1- O monitor deve ficar 10° a 20° abaixo do nível dos olhos;
2- A distância entre a tela do monitor e os olhos deve ser de 60 cm;
3- O monitor não deve ficar de frente para a janela, pois a luminosidade causa ofuscamento, nem de costas porque forma sombras e reflexos que usam desconforto;
4- Evite excesso de luminosidade das lâmpadas e luz natural pois as pupilas se contraem e geram cansaço visual;
5- Regule sempre a tela com o máximo de contraste e não de luminosidade;
6- Mantenha a tela do monitor sempre limpa;
7- A cada hora, descanse de 5 a 10 minutos, saindo de frente do computador;
8- Lembre-se de piscar voluntariamente quando estiver usando o micro.
_ _ _

até breve

Estão querendo F* a gente de vez


Senado dá primeiro passo para dar fim a fumódromo.

Comissão de senadores aprovou a proposta que proíbe o consumo de cigarro em recintos fechados.

Um projeto de lei poderá apertar o cerco contra os fumantes no país inteiro. Ontem, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou a proposta que proíbe o fumo em ambientes coletivos e extingue os fumódromos em todo o território nacional.

A nova ofensiva antifumo altera uma lei de 1996 que já previa a proibição em recintos coletivos, mas permitia o uso em áreas destinadas exclusivamente para fumar. Se virar lei, poderá dar margem para que as medidas já aprovadas nos Estados e municípios sejam reforçadas.

O projeto do senador Tião Viana (PT-AC) é bem mais rigoroso que a legislação sancionada ano passado no Rio Grande do Sul, de autoria do deputado estadual Miki Breier (PSB). Além de não prever multa ou punição, o texto gaúcho é condescendente com os fumódromos. A proposta do Senado é mais parecida com as leis paulista e fluminense, onde os espaços destinados especialmente para fumar foram abolidos.

Para Tião Viana, a proibição é o único meio de proteger os não fumantes da ação dos poluentes que decorrem da queima do tabaco. O senador também ressaltou uma pesquisa que indicou que 88% dos brasileiros são contra o fumo em locais coletivos fechados.

A aprovação da proposta foi comemorada pelo ministro da Saúde, José Gomes temporão.

– Do ponto de vista da política tabagista, em que o Brasil é liderança mundial, essa é uma questão primordial. Doze Estados já aprovaram leis estaduais, vários municípios também, mas nós temos que ter uma lei federal que dê respaldo a essas iniciativas – disse.

O apoio ao projeto do senador não era a opção número 1 do ministro. Desde que assumiu o ministério, Temporão acalentava a ideia de que o fim dos fumódromos fosse definido por um projeto preparado por sua pasta. A proposta chegou a ser feita em 2008, enviada para a Casa Civil, mas, sem a bênção do presidente Lula, acabou engavetada.

A lei em vigor é considerada defasada em relação ao que rege atualmente a Organização Mundial da Saúde, que recomenda ambientes 100% livres do fumo como a única forma de proteger os não fumantes dos riscos do tabagismo passivo.


Fonte: Zero Hora
_ _ _

até breve

quinta-feira, 11 de março de 2010

Momento Nostalgia

Dainte tudo que estamos passando, principalmente nosso município, um pouco de alegria para nossos corações!



Grande homenagem a Jovem Guarda, com grandes nomes da época que marcou a rebeldia, independência da musica!!! Cantam juntos VELHOS TEMPOS!

até breve

Convencer é uma arte!

Dois amigos estavam fumando maconha e foram pegos pela polícia.
No dia do julgamento o juiz, que estava de bom-humor, disse:

- Vocês parecem ser boas pessoas, por isso lhes darei uma segunda chance!

- Ao invés de irem pra cadeia, vocês terão que mostrar para as pessoas os terríveis males das drogas e convencê-las a largá-las!

- Compareçam ao tribunal daqui uma semana, pois eu quero saber quantas pessoas vocês convenceram!

Na semana seguinte os dois voltaram e o juiz perguntou para o primeiro homem:

- Como foi sua semana, rapaz?

- Bem, meritíssimo, eu convenci 17 pessoas a pararem de consumir drogas para sempre!

- 17 pessoas? - disse o juiz, satisfeito - Que maravilha. O que você disse para elas?

- Eu usei um diagrama, meritíssimo. Desenhei 2 círculos como estes:
O o

Aí apontei pro círculo maior e disse:

- Este é o seu cérebro em tamanho normal... - e apontando pro menor - E este é o seu cérebro depois das drogas!

- Muito bem! - aplaudiu o juiz, virando-se para o outro sujeito - E você? Como foi sua semana?

- Eu convenci 234 pessoas, meritíssimo!

- 234 pessoas? - exclamou o juiz, pulando da cadeira - Incrível! Como você conseguiu isso?

- Utilizei um método parecido com o do meu colega. Desenhei 2 círculos como estes:
o O

- Mas eu apontei para o círculo menor e disse: Este é seu c* antes da prisão...
_ _ _

até breve

Brasília sedia Conferência Nacional de Cultura

Brasília - Começa hoje (11) em Brasília a 2ª Conferência Nacional de Cultura. A abertura será às 19h no Teatro Nacional e as discussões ocorrerão a partir de amanhã (12) no Centro de Convenções Brasil 21.

Até domingo (14), artistas, produtores culturais, investidores e gestores da cultura vão participar de debates sobre cinco eixos temáticos: Produção Simbólica e Diversidade Cultural; Cultura, Cidade e Cidadania; Cultura e Desenvolvimento Sustentável; Cultura e Economia Criativa; Gestão e Institucionalidade da Cultura.

Entre os projetos da área cultural em tramitação no Congresso Nacional estão o Sistema Nacional de Cultura, o Plano Nacional de Cultura e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 150/2003, que vincula à Cultura 2% das receitas federais, 1,5% das estaduais e 1% das municipais.

Fonte: Agência Brasil _ _ _


até breve