quinta-feira, 31 de março de 2011

Para terminar a noite...




até breve

Impotência dá alerta sobre infarto futuro

Disfunção erétil é reversível e pode indicar problemas graves.


A dificuldade para ter ou manter uma ereção para uma atividade sexual satisfatória atinge aproximadamente 50% dos homens com mais de 40 anos, em maior ou menor grau, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia.


O problema, um dos três maiores inimigos do homem, não é parte natural do envelhecimento e deve ser investigado.


A disfunção pode ser o alerta inicial de que o coração não está saudável. Quando há acúmulos de placas de gordura nas artérias, elas endurecem e ficam mais finas, limitando a passagem do sangue.


“A artéria que leva sangue ao pênis tem um calibre menor do que as demais. Quando não há circulação adequada, o sangue chega em menor quantidade ao órgão e o paciente apresenta a disfunção”, relata o urologista Carlos Sacomani, do Hospital Samaritano, em São Paulo. O problema aparece de três a quatro anos antes das doenças coronarianas.


De acordo com um estudo conduzido pelo cardiologista alemão Michael Bohm e publicado pela American Heart Association (Associação Americana do Coração), a ereção deficiente pode ser um dos sintomas iniciais da arterosclerose, que pode favorecer o surgimento de outras doenças cardíacas além do infarto.


Foram avaliados 1.519 pacientes de 13 países. O pesquisador identificou que homens com impotência estavam quase duas vezes mais propensos a ter um ataque cardíaco e tinham 20% mais chances de serem hospitalizados por falência renal. Eles também apresentaram um risco 10% maior de acidente vascular cerebral (AVC) em comparação com homens que não apresentavam o problema. Os riscos aumentavam de acordo com a severidade da disfunção apresentada.


As principais causas

Mas a falha na vascularização é apenas uma das causas que levam à impotência. Além dela, os médicos destacam também as questões psicológicas e outras razões orgânicas, como colesterol alto, hipertensão, diabetes, trauma na medula ou a utilização de medicamentos como anti-hipertensivos e antidepressivos. Em geral, nos mais jovens predominam as causas psicológicas. A partir dos 60 anos, 60% das causas são orgânicas e 40% psicológicas, revela Sacomani.


“Em geral, o problema tem várias causas. O distúrbio androgênico do envelhecimento masculino, por exemplo, uma queda hormonal inerente à idade que começa a dar sinais a partir dos 40 anos, pode ser um desses sintomas”, diz André Guilherme Cavalcanti, diretor do Centro Integrado de Saúde do Homem, no Rio de Janeiro. Agravado por um quadro de obesidade ou colesterol alto pode ser a combinação perfeita para o aparecimento da disfunção erétil.


O primeiro passo, segundo os médicos, é observar a idade do paciente. Antes dos 40 anos, a maioria costuma ter alterações por problemas psicológicos. Estresse, depressão, receio de não satisfazer a parceira ou ansiedade – todos esses podem ser prejudiciais e afetar o rendimento.


“Uma grande descarga de adrenalina na corrente sanguínea nesse momento pode comprometer o funcionamento correto do órgão”, afirma Sacomani.


De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, o diagnóstico é clínico, mas é importante realizar exames de dosagem de testosterona, glicose e colesterol.


Tratamentos

É essencial vencer a barreira da timidez e do preconceito e procurar um urologista. A escolha do melhor tratamento passa por uma boa conversa entre médico e paciente e pode ser tão simples quanto adotar novos hábitos de vida ou tomar um comprimido. Exercícios, perda de peso e redução do cigarro são atitudes que podem ajudar, dependendo da causa da impotência.


Se não houver melhora, a medicação (os chamados inibidores de fosfodesterase como o Viagra, Levitra e Cialis) é indicada. Outra opção é injetar no pênis uma substância que provoca a ereção.


“Há o desconforto já que é preciso aplicar no início de toda relação sexual”, avalia Sacomani. A última alternativa é a prótese peniana, recomendada apenas para casos em que as demais saídas não funcionaram. A prótese é permanente e pode ter complicações graves como infecções ou rejeições.


Fonte: ig


até breve

Brasil vai produzir droga antirrejeição

Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Roche Mundial negociam acordo para o Brasil produzir a droga micofenolato de mofetila, usada para evitar a rejeição de órgãos transplantados e no tratamento de doenças autoimunes. A transferência de tecnologia ocorrerá em cinco anos. A produção do princípio ativo está prevista para 2014.


Fonte: Estadão


até breve

Nasa divulga 1ª imagem realizada pela sonda Messenger em Mercúrio

A Nasa divulgou nesta terça-feira, 29, a primeira imagem realizada pela sonda Messenger que após seis anos e meio começou a orbitar Mercúrio no dia 18 desse mês. A sonda percorreu quase 7,9 bilhões de quilômetros para chegar ao planeta do Sistema Solar mais próximo do Sol.


Os astrônomos estão interessados em Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, porque ele é rochoso como a Terra, e não gasoso, como Júpiter. Existem muitas dessas esferas rochosas em torno de estrelas fora do nosso sistema solar, o que significa que Mercúrio poderia oferecer pistas sobre outros mundos, segundo nota divulgada pela Nasa.


O Messenger (que significa "mensageiro", mas é também a sigla em inglês para Exploração, Geoquímica, Ambiente Espacial e Superfície de Mercúrio) partiu em 3 de agosto de 2004, e desde então fica "dançando" entre a Terra, a Lua e Mercúrio propriamente dito, num complexo movimento que o impede de ser atraído pelo campo gravitacional do Sol.


A nave, com dois painéis solares para alimentação e um guarda-sol para mantê-lo fresco o suficiente para operar, vai estuda a história geológica, o campo magnético, a composição da superfície e outros mistérios desse planeta tão pouco conhecido. Quando a missão terminar, a nave vai cair na superfície do planeta.


Com um diâmetro ligeiramente maior que o da Lua (cerca de 4.800 quilômetros), Mercúrio deveria ser todo sólido, até o núcleo. Mas a presença de um campo magnético sugere que ele é parcialmente derretido por dentro.


Há décadas os cientistas precisam se contentar com as fotos feitas pela Mariner 10, de um só lado do planeta, além de observações terrestres e dados obtidos a partir de Marte e de meteoritos.


No caminho até Mercúrio, o Messenger conseguiu tirar muitas fotos que tinham escapado à Mariner, e restam agora apenas cerca de 5 por cento do planeta por mapear, principalmente nos polos. A sonda tentará captá-los durante a fase orbital da missão.


Fonte: Estadão


até breve

Secretaria de Saúde confirma 23 mortes por dengue no Estado

A Secretaria estadual de Saúde confirmou, na tarde desta quarta-feira (30), a morte de 23 pessoas por dengue no estado do Rio de Janeiro este ano. Segundo a nota, as mortes foram notificadas nas seguintes cidades: Nova Iguaçu (3), Duque de Caxias (2), Magé (1), Cabo Frio (1), São Gonçalo (3), Maricá (1), Mesquita (1), Rio de Janeiro (7), São João do Meriti (3) e São José do Vale do Rio Preto (1).


Até a tarde de quarta-feira (23) a secretaria já havia confirmado a morte de 18 pessoas. De 2 de janeiro a 26 de março foram notificados 31.412 casos suspeitos de dengue no estado do Rio de Janeiro.


Ainda segundo a nota, os municípios com as maiores taxas de incidência de casos são: Bom Jesus de Itabapoana (3.343,3 casos/ 100 mil habitantes), Santo Antonio de Pádua (1.422,3 casos/100 mil habitantes), Cantagalo (1.351,8 casos/100 mil habitantes), Mangaratiba (740,8 casos/100 mil habitantes), Cordeiro (686,2 casos/100 mil habitantes), Guapimirim (670,1 casos/100 mil habitantes), Seropédica (666,4 casos/100 mil habitantes), Magé (615,8 casos/100 mil habitantes), Silva Jardim (603,9) e Cabo Frio (602,5 casos/100 mil habitantes).


Número da casos já é maior do que em 2010 e 2009 juntos.


Apesar de da cidade do Rio apresentar, em menos de três meses, número de casos de dengue maior do que o total dos anos de 2010 e 2009 somados, a prefeitura afirmou, através de nota, que há tendência de redução de notificações da doença e que, por isso, "não está mais configurada nenhuma região com característica de alertas para surto da doença".


Com 13.114 casos de dengue, RJ tem 7 municípios que podem ter surto. Isso porque, a secretaria mudou o método de avaliação do que considera surto da doença. A secretaria explicou que a classificação de locais com surto de dengue, que registram 300 casos a cada cem mil habitantes, não será mais feita considerando apenas os números acumulados de taxa de incidência. Os critérios, agora, levam em conta principalmente a análise e o acompanhamento das notificações semanais de regiões com maior incidência. O que quer dizer que, se, nas últimas semanas, uma determinada região apresentar queda no número de casos, ela sai da lista.


Até segunda-feira (21), a secretaria afirmava que mais de dez bairros da cidade apresentavam surto da dengue. Em nota divulgada na noite de terça-feira (22), a prefeitura afirmou que os bairros que "apresentaram critérios de alerta para surto e que contaram com reforço de ações para evitar disseminação dos casos" foram: Pedra de Guaratiba, Barra de Guaratiba, Saúde, Catumbi, Bonsucesso, Anil, Centro, Cocotá, Acari, Santo Cristo, Rio Comprido e Santa Teresa.


Os bairros Cosme Velho, na Zona Sul do Rio, e Paquetá ficaram fora da lista. Entretanto, anteriormente a secretaria os incluíra na contagem de regiões com surto da dengue no município.


Centro de hidratação


Para enfrentar a doença, a Prefeitura do Rio criou 13 novos centros de hidratação para combater o avanço da dengue na capital fluminense. Com mais de 10 mil casos registrados, a cidade tem nos locais, que funcionam dentro de postos de saúde, estrutura para aplicação de soro e realização de exames de plaquetas nos pacientes. Os postos funcionam todos os dias, das 8h às 20h, inclusive em feriados e fins de semana.




até breve

Vida da ex-candidata Marina Silva será levada ao cinema


Filme será dirigido por Sandra Werneck.


A vida de Marina Silva, defensora da Amazônia, ex-senadora e ex-candidata à presidência da república, será levada ao cinema pela diretora Sandra Werneck, informou nesta quarta-feira (30) a editora que publicou sua biografia.


Marina, que foi ministra do Meio Ambiente durante os cinco primeiros anos do governo Lula, viveu uma história de lutas, que começou em uma pequena comunidade do Acre, onde cresceu analfabeta em uma família pobre.


Autodidata, aprendeu a ler aos 16 anos, abandonou sua comunidade para buscar novos horizontes na capital Rio Branco e se formou como historiadora — ao mesmo tempo em que iniciou sua carreira como ativista política ao lado de outro histórico defensor da Amazônia, Chico Mendes.


A editora Mundo Cristão informou em comunicado que a produtora de Werneck adquiriu os direito do livro Marina — A Vida por Uma Causa da jornalista Marilia de Camargo César, lançado ano passado durante a disputa presidencial de Marina pelo Partido Verde.


A obra narra os momentos mais importantes da vida de Marina Silva, incluindo seu papel como fundadora do Partido dos Trabalhadores (PT), seus triunfos eleitorais e sua saída do PT em 2010 para se lançar como candidata à presidente com uma plataforma de desenvolvimento sustentável.


Mesmo contra todos os prognósticos, a candidata obteve 20 milhões de votos em sua primeira eleição, ficando em terceiro lugar da disputa — ficando atrás apenas da presidente Dilma Roussef e do ex-governador de São Paulo José Serra.


Marina Silva é também uma das ambientalistas brasileiras mais reconhecidas no mundo por sua luta pela preservação da Amazônia. Werneck tem experiência na produção de filmes biográficos e produziu, por exemplo, o filme Cazuza, sobre o cantor que morreu precocemente, em 1990, vítma de Aids.


Ainda não há data para o início das filmagens, nem foram divulgados os atores


Fonte: Zero Hora


até breve

Superávit primário chega a R$ 7,9 bilhões em fevereiro

Economia do governo para o pagamento de juros é a melhor para o mês desde 2001, diz BC. O superávit primário – a economia que o governo faz para o pagamento dos juros da dívida - do setor público consolidado chegou a R$ 7,9 bilhões em fevereiro, o melhor resultado para o mês desde o início da série histórica, em 2001, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Banco Central.


De acordo com a autoridade monetária, todos os segmentos do setor público tiveram resultados positivos no mês. A maior contribuição veio dos governos regionais, que fizeram superávit de R$ 4,7 bilhões. O governo central, por sua vez, teve saldo de R$ 2,5 bilhões, enquanto as empresas estatais chegaram a R$ 675 milhões.


"Comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, destacaram-se os aumentos de R$ 3,2 bilhões e de R$ 1,6 bilhão nos superávits primários do governo central e dos governos regionais, respectivamente”, disse o Banco Central.


No acumulado do ano, o superávit primário chegou a R$ 25,7 bilhões, o equivalente a 4,22% do Produto Interno Bruto (PIB). O resultado é 0,7 ponto percentual maior que o observado em igual período do ano passado. O superávit dos últimos 12 meses, por sua vez, chegou a R$ 108,1 bilhões (2,89% do PIB), em leve alta de 0,1 ponto frente ao montante acumulado até janeiro de 2011.


Resultado nominal


O resultado nominal – que considera o superávit primário e os juros nominais apropriados – encerrou fevereiro com déficit de R$ 11,2 bilhões. No ano, o saldo negativo é de R$ 12,7 bilhões – 2,09% do PIB. Em 12 meses, o déficit está em R$ 97,3 bilhões. Em fevereiro, os juros nominais chegaram a R$ 19,1 bilhões, em leve baixa frente aos R$ 19,3 bilhões de janeiro.


No acumulado do ano, porém, o montante chegou a R$ 38,4 bilhões, contra R$ 28,4 bilhões dos dois primeiros meses de 2010. Segundo o Banco Central, os números foram “nfluenciados, parcialmente, pela elevação da taxa Selic acumulada no período”.


Fonte: ig


até breve

Sobre um jornal de Campos: "Justiça condena jornal a pagar R$ 15 mil por noticiar morte de alguém que está vivo"


A justiça condenou o jornal Folha da Manhã, de Campos dos Goytacazes, no Norte do Estado, a pagar R$ 15 mil de indenização por dano moral, por veicular notícia que dava como morta uma pessoa viva. O jornal divulgou em março de 2010 que Junior da banda "Piratas do Forró", nome artístico de José Junior Gregório da Silva, teria sido assassinado e que seria usuário de drogas. Mas o nome do verdadeiro falecido era Carlos Augusto Gonçalves Junior, da dupla Fabrício e Junior.


A decisão é do juiz Paulo Luciano de Souza Teixeira, do 2º Juizado Especial Cível de Campos dos Goytacazes. Para o juiz, a empresa de comunicação deveria agir com maior cautela ao publicar suas notícias.


"A ré falhou grosseiramente ao atribuir a qualidade de vítima de morte violenta ao autor, relacionando-o ao uso de crack, numa fórmula sensacionalista para incrementar suas vendas, gerando no leitor mediano uma sensação de indignação ao ver o nome de uma personalidade do meio artístico envolvida pejorativamente no uso de drogas", ressaltou. Cabe recurso da decisão.


Fonte: SRZD


até breve

Palace Hotel (RJ) anuncia retrofit de 28 UHs para o próximo mês

O Palace Hotel, localizado em Campos dos Goytacazes, a maior cidade do interior do estado do Rio de Janeiro, anuncia que 28 das suas 74 UHs passarão por processo de retrofit. De acordo com Marcus Vinícius Oliveira, gerente geral da unidade, a modernização dos apartamentos deve começar no início do mês de abril.


"O prédio onde atualmente funciona o Palace Hotel é bastante antigo, construído por volta do início do século XX. O processo de retrofit é importantíssimo para que continuemos acompanhando o crecimento do mercado na região", afirma o gerente geral - revelando que, em 2012, outras 24 UHs também devem passar por processo de modernização.


"Este ano vamos investir também na profissionalização da empresa como um todo. Queremos qualificar nossos colaboradores para que nosso produto esteja sempre competitivo. Vamos pegar carona no movimento de preparação da hotelaria local para a recepção de grande eventos que serão realizados no estado do Rio nos próximos anos", garante Oliveira.


até breve

Trabalhadores do Porto do Açu entram em greve

Operários trabalham em obra do empresário Eike Batista no RJ. Grevistas pedem melhoria salarial e adicional de periculosidade.


Os trabalhadores do Consórcio ARG Civil Port – que atua nas obras do Porto do Açu, do empresário Eike Batista, em São João da Barra, no Rio de Janeiro, estão em greve. Os operários reivindicam melhoria salarial, adicional de 30% de periculosidade, participação nos lucros e resultados, seguro de vida e adaptações no alojamento.


Segundo a LLX, cerca de 300 trabalhadores estão em greve. Já segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil, a paralisação reúne cerca de 1.200 funcionários.


O complexo em construção é considerado um dos maiores empreendimentos de Eike e inclui a construção de um terminal portuário, com previsão para entrar em atividade em 2012, além de estaleiro, usina térmica a gás natural, entre outras instalações, numa área total de 9 mil hectares. O investimento total é de R$ 3,4 bilhões, sendo que R$ 1 bilhão só no terminal portuário dedicado ao minério de ferro.


De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil e Mobiliário, José Carlos da Silva Eulálio, a greve começou à 0h e o acesso ao canteiro de obras está bloqueado desde as 5h de terça-feira (29). "O movimento é pacífico. Dormimos na estrada e não houve tumulto", disse.


Segundo a LLX, a paralisação ocorre apenas no píer de minério – que, atualmente, está com 65% das obras executadas. No total, atuam no Porto do Açu 1.943 trabalhadores e a obra segue em andamento.


"A LLX cumpre rigorosamente todas as normas e determinações da legislação trabalhista, além de exigir em contrato o mesmo padrão de seus parceiros. O cronograma das obras do Superporto segue normalmente", informou a empresa em nota.


Representantes dos trabalhadores estão na sede do Ministério do Trabalho, em Campos dos Goytacazes, onde pretendem se reunir ainda nesta quarta-feira com membros da empresa para iniciar uma negociação para encerrar a greve.


Os funcionários prestam serviços para a LLX Minas Rio, parceria formada pela empresa LLX, de Batista, detentora de 51%; e pela Anglo América, com os outros 49%. A LLX Minas Rio é responsável pela implantação do terminal portuário dedicado ao minério de ferro.


Localizado em São João da Barra, na região norte do estado do Rio de Janeiro, o Porto do Açu contará com até 30 berços de movimentação para produtos siderúrgicos, petróleo, carvão, granito, minério de ferro, granéis líquidos e carga geral.


O empreendimento está sendo construído próximo à área responsável por 85% da produção de petróleo e gás do Brasil e, segundo a LLX, é o maior investimento em infraestrutura portuária da América Latina.

Fonte: G1


até breve

quarta-feira, 30 de março de 2011

Para terminar a noite: "BRINDE DA RECEITA FEDERAL"

Eis que abril se aproxima e o Leão ruge sobre nós. Mas ameniza as coisas ofertando um brinde, um mimo...


A Receita Federal acaba de anunciar que vai enviar um brinde especial para todos os contribuintes que pagaram seus impostos dentro do prazo nos últimos três anos. O brinde, um exclusivo apontador de lápis de design único, poderá ser colocado na mesa de trabalho para servir de lembrete constante dos serviços a que os impostos desta grande nação dão direito.

Espere que o seu já está chegando via correio!!!


rsrsrsrsrs


até breve

Facebook com Jogo do Tiririca: pior que tá não fica!


As redes sociais digitais estão encontrando seu caminho para se capitalizar e amortizar custos, por meio do lançamento de inúmeros jogos.


Agora, a Inquietos Entretenimento, em parceria com a Iterum Game Studio, oferecem um novo lazer (?) para os internautas do Facebook, a rede social mais badalada da atualidade: o Jogo do Tiririca.


Como não podia deixar de ser, o game, extremamente convencional em estilo plataforma, propõe uma jornada com o personagem por caminhos e abismos, a partir do sertão de Itapipoca , para recolher as letras do seu nome e, após estar devidamente alfabetizado, pleitear seu lugar na Câmara dos Deputados, em Brasília.


Embora não seja inovador, o jogo diverte pela proposta inusitada e pela facilidade do uso, aprendida pelo público em mais de um quarto de século, com Mario e jogos equivalentes. Para vencer os desafios – aqui, na forma de políticos fantasmas – o personagem anda, pula e atira laranjas.


Já existiram games mais inspirados no Facebook, ainda que não fossem inovadores, como The Expendables e Minomonsters (recentemente comentado na Geek, disponível neste atalho: ) mas, para um ocasional ócio, Tiririca deve funcionar, no mínimo, por ser um ícone já histórico das mazelas políticas do país.


Os games em redes sociais vem batendo recordes de acesso no mundo todo e, segundo o site da CNN “foi uma espécie de retorno à Era de Ouro dos games como Pacman e Super Mario Bros, conforme opinião do expert em jogos Scott Steinberg.”


Se você gostou do Tiririca, talvez se interesse também pelo jogo Dilma Adventure, desenvolvido pela Take Five. Assim como Tiririca, é mais divertido pelo contexto político brasileiro que pelo design do game, mas ao menos mostra que não faltam talentos criativos para fortalecer o mercado de jogos no Brasil, ainda tão incipiente.


Fonte: Geek


até breve

Inep cria prova para detectar nível de alfabetização no início do Ensino Fundamental


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) em parceria com a Fundação Cesgranrio criaram uma prova para medir os níveis de alfabetização no início do ensino fundamental.


A avaliação é uma iniciativa do Movimento Todos Pela Educação e do Instituto Paulo Montenegro, que viu a necessidade de se aplicar uma prova para alunos mais novos – as provas existentes avaliam os alunos a partir do 5º ano – para que as políticas públicas funcionem mais rapidamente.


A avaliação denominada ABC acontece nesta semana. 6 mil alunos de 262 turmas de todas as redes de ensino participarão da prova. Os resultados estão previstos para segunda semana do mês de junho. A diretora executiva do Movimento Todos Pela Educação afirma que a “Avaliação não é para punir ninguém, mas um instrumento para garantir a qualidade”.


Dados do IBGE 2008 demonstraram que 1,3 milhão de crianças e adolescentes brasileiros de 8 a 14 anos não sabem ler nem escrever. 84,5% destes, estão regularmente matriculados e frequentam escolas.




até breve

Mega-Sena pode pagar R$ 17 milhões nesta quarta-feira


A Mega-Sena pode pagar R$ 17 milhões para quem acertar as seis dezenas do concurso 1.270, que será sorteado na noite desta quarta-feira.


No último sorteio, realizado nesse sábado, duas apostas acertaram a Sena e vão receber um prêmio de R$ 19.413.790,51, o segundo maior já pago neste ano.


Apesar de o prêmio não estar acumulado, os apostadores voltam a concorrer a uma grande soma, já que o concurso desta hoje tem final 0 e recebe um adicional de 5% do total destinado aos prêmios dos últimos cinco sorteios realizados.


Se aplicados na poupança, os R$ 17 milhões rendem quase R$ 100 mil por mês, segundo a Caixa. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica do país. O jogo simples, com seis dezenas, custa R$ 2.


Fonte: eBand


até breve

Lusa estréia técnico novo em Campos


A diretoria da Portuguesa anunciou a saída do técnico Luís Paulo, que não vinha fazendo uma boa campanha no comando da Lusa e em seu lugar assumirá Luizinho Rangel, que já viajou para a cidade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, onde a Portuguesa enfrenta o Rio Branco.


Luizinho declarou que ficou muito feliz com o convite para o cargo e que agradece a confiança dos dirigentes lusitanos.


Rangel manterá a equipe que vinha jogando e acredita que o grupo pode voltar de Campos com ao menos um pontinho na bagagem.


Fonte: FutNet


até breve

Devon volta a perfurar em Campos


A Devon Energy irá retomar sua campanha de perfuração no Brasil a partir de maio. A petroleira perfurará três poços na Bacia de Campos, sendo um na área do BM-C-32 e dois na do BM-C-34.


A campanha será executada pelo Deepwater Discovery, navio-sonda da Transocean que está sendo submetido a obras de inspeção periódica e mantém contrato de longo prazo com a Devon. A expectativa é de que os trabalhos nas locações se estendam até o fim do ano.


O primeiro poço do programa de trabalho será voltado ao BM-C-32, com foco na avaliação da descoberta do prospecto de Itaipu. Como o poço descobridor, a perfuração será feita em zona de pré-sal.


Os trabalhos exploratórios no BM-C-34 serão direcionados ao pós-sal e integrarão a campanha da primeira fase do programa exploratório mínimo acordado com a ANP.




até breve

Primeira UPP fora da cidade do Rio deve ser instalada em Macaé


A instalação de uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) em Macaé, no norte-fluminense, é uma das prioridades do governo do Estado. A cidade seria a primeira beneficiada com o projeto fora da capital.


Macaé enfrenta um problema grave com o tráfico de drogas e tem uma série de comunidades dominadas por bandidos. Desde a semana passada, policiais realizam operação na cidade com o objetivo de cumprir 54 mandados de prisão e 27 de busca e apreensão.


Ao todo, 17 pessoas foram presas e já foram apreendidas 23 pedras de crack, 1.900 quilos de cocaína, 4.000 papelotes da mesma droga, 300 quilos de maconha, três fuzis, uma metralhadora e oito revólveres.


Fonte: R7


até breve

Encontro do Plano de Habitação em São João da Barra


No Norte Fluminense, a cidade de São João da Barra irá sediar, nesta quarta-feira, o Encontro Regional do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social do Rio de Janeiro (PEHIS-RJ). O evento será realizado no Auditório Municipal, das 10 às 14h, e irão participar a prefeita Carla Machado, o Secretário de Estado de Habitação, Leonardo Picciani, prefeitos e representantes de secretarias vinculadas ao setor de habitação dos outros oito municípios que compõem a região Norte Fluminense e a sociedade civil organizada.


Com o tema “O início de um novo tempo para o setor habitacional”, o PEHIS-RJ é coordenado pela Secretaria de Estado de Habitação e será desenvolvido no período de 10 meses, em três etapas: proposta metodológica, diagnóstico do setor habitacional e estratégias de ação. O objetivo é consolidar o planejamento da ação do Governo do Estado referente à questão habitacional e promover condições de acesso à moradia a todos os seguimentos de população, em especial para a população de baixa renda.


Os primeiros encontros visam compartilhar com os representantes dos poderes públicos municipais e da sociedade civil organizada a apresentação da proposta metodologia que embasará o PEHIS-RJ, norteando os procedimentos a serem adotados. Serão, ao todo, três oficinas em cada uma das oito regiões do Estado, sendo a que acontece nesta quarta-feira em São João da Barra a primeira da região Norte Fluminense.


- O plano nos aponta como enfrentar o déficit e vai servir de instrumento garantidor dos recursos federais através do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (Fenhis) - explicou o secretário de Estado de Habitação, Leonardo Picciani, lembrando que o investimento é de R$ 1 milhão para formular uma estratégia de identificação e enfrentamento das necessidades habitacionais do Estado.


Os nove municípios que integram a região Norte Fluminense são: Campos dos Goytacazes, Carapebus, Cardoso Moreira, Conceição de Macabu, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, Macaé e Quissamã.




até breve

Lotéricas param de aceitar pagamento de contas no sétimo dia de greve dos vigilantes no interior

Lojas querem evitar grande movimentação de dinheiro.


Apenas uma agência lotérica aceitava pagamento de contas no centro de Campos do Goytacazes, no norte fluminense, nesta terça-feira (29).


Desde a última quarta-feira (23) os vigilantes do norte e noroeste do Estado estão em greve e as lotéricas tem sido a opção para pagamentos de quem não quer usar a internet ou o caixa eletrônico.


Uma lei federal proíbe que as agências bancárias abram para o público sem a presença de vigilantes.


Depois de quase uma semana de greve, algumas lotéricas começaram a restringir as transações bancárias para evitar a movimentação de muito dinheiro.


Fonte: R7


até breve

terça-feira, 29 de março de 2011

"Verás que um filho teu não foge à luta"

José Alencar Gomes da Silva (Muriaé, 17 de outubro de 1931 — São Paulo, 29 de março de 2011) foi um empresário e político brasileiro.


Foi senador pelo estado de Minas Gerais e vice-presidente do Brasil de 1 de janeiro de 2003 a 1 de janeiro de 2011.


Foi um dos maiores empresários do estado de Minas Gerais, construiu um império no ramo têxtil, sendo a Coteminas sua principal empresa. Elegeu-se vice-presidente da República do Brasil na chapa do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, conseguindo a reeleição em 2006, assegurando, portanto, a permanência no cargo até o final de 2010. Biografia


Nascimento e vida

Filho de Antônio Gomes da Silva e Dolores Peres Gomes da Silva, começou a trabalhar com sete anos de idade, ajudando o pai em sua loja. Tinha 14 irmãos e irmãs. Quando fez quinze anos, em 1946, foi trabalhar como balconista numa loja de tecidos conhecida por "A Sedutora". Em maio de 1948, mudou-se para Caratinga, para trabalhar na "Casa Bonfim". Notabilizou-se como grande vendedor, tanto neste último emprego, quanto no anterior. Ainda durante sua infância, entrou para o movimento escotista.


Carreira profissional e empresarial

Aos dezoito anos, iniciou seu próprio negócio. Para isto contou com a ajuda do irmão Geraldo Gomes da Silva, que lhe emprestou quinze mil cruzeiros. Em 31 de março de 1950, abriu a sua primeira empresa, denominada "A Queimadeira", localizada na cidade de Caratinga. Vendia diversos artigos: chapéus, calçados, tecidos, guarda-chuvas, sombrinhas, etc. Manteve sua loja até 1953, quando decidiu vendê-la e mudar de ramo.


Iniciou seu segundo negócio na área de cereais por atacado, ainda em Caratinga. Logo em seguida participou - em sociedade com José Carlos de Oliveira, Wantuil Teixeira de Paula e seu irmão Antônio Gomes da Silva Filho - de uma fábrica de macarrão, a "Fábrica de Macarrão Santa Cruz".


No final de 1959 seu irmão Geraldo faleceu. Assumiu então os negócios deixados por ele na empresa União dos Cometas. Em homenagem ao irmão, a razão social foi alterada para Geraldo Gomes da Silva, Tecidos S.A.


Em 1963, constituiu a Companhia Industrial de Roupas União dos Cometas, que mais tarde passaria a se chamar Wembley Roupas S.A. Em 1967, em parceria com o empresário e deputado Luiz de Paula Ferreira, fundou, em Montes Claros, a Companhia de Tecidos Norte de Minas, Coteminas. Em 1975, inaugurava a mais moderna fábrica de fiação e tecidos que o país já conheceu.


A Coteminas cresceu e hoje são onze unidades que fabricam e distribuem os produtos: fios, tecidos, malhas, camisetas, meias, toalhas de banho e de rosto, roupões e lençóis para o mercado interno, para os Estados Unidos, Europa e Mercosul.


Carreira política

Na vida política, foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, presidente da FIEMG (SESI, SENAI, IEL, CASFAM) e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria. Candidatou-se às eleições para o governo de Minas Gerais em 1994 e, em 1998, disputou uma vaga no Senado Federal, elegendo-se com quase três milhões de votos. No Senado, foi presidente da Comissão Permanente de Serviço de Infra-Estrutura - CI, membro da Comissão Permanente de Assuntos Econômicos e membro da Comissão Permanente de Assuntos Sociais.


Foi, ao início, um vice-presidente polêmico, ao assumir o cargo em 2003, tendo sido uma voz discordante dentro do governo contra a política econômica defendida pelo ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que mantém os juros altos na tentativa de conter a inflação e manter a economia sob controle.


Já a partir de 2004, passou a acumular a vice-presidência com o cargo de ministro da Defesa. Por diversas oportunidades, demonstrou-se reticente quanto à sua permanência em um cargo tão distinto de seus conhecimentos empresariais, mas a pedidos do presidente Lula, exerceu a função até março de 2006. Nesta ocasião, renunciou para cumprir as determinações legais com o intuito de poder participar das eleições de 2006. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.


Em 25 de janeiro de 2011, recebeu a medalha 25 de janeiro da prefeitura de São Paulo. Ao entregar a medalha ao ex-vice-presidente, a presidente Dilma Rousseff ressaltou: “Eu tenho certeza de que cada brasileira e brasileiro deste imenso país gostaria de estar agora em São Paulo – esta cidade-síntese do espírito empreendedor do país que completa hoje 457 anos de existência – para entregar junto conosco a Medalha 25 de Janeiro ao nosso eterno vice-presidente da República, José Alencar.” Já, Alencar disse: "Não posso me queixar. A situação está tão boa que não tem como melhorar, todo mundo está rezando por mim". Apesar de estar em uma cadeira de rodas, ele ainda até brincou com o público dizendo: "Aprendi com Lula que os discursos devem ser como um vestido de mulher: nem tão curtos que possam escandalizar, nem tão longos que possam entristecer".


Problemas de saúde e morte

José Alencar possuia um delicado histórico médico. A partir do ano 2000, enfrentou um câncer na região abdominal, tendo passado por mais de 15 cirurgias - uma delas com duração superior a 20 horas. Em sua longa batalha contra o câncer, submeteu-se a um tratamento experimental nos Estados Unidos, com resultado inconclusivo. Em 2010, após repetidas internações e intervenções médicas, decidiu desistir de se candidatar ao Senado.


No final de seu mandato como vice-presidente da República, em 2010, apresentou o complexo estado de saúde, sendo até mesmo necessário o interrompimento do tratamento contra o câncer. No dia 22 de dezembro de 2010, foi submetido a uma cirurgia para tentar conter uma hemorragia no abdômen. No dia seguinte Lula e a então presidente eleita Dilma Rousseff visitaram-no no hospital Sírio-Libanês em São Paulo.


Voltou a ser internado em março de 2011, vindo a morrer no dia 29 devido a uma parada cardíaca em decorrência à falência múltipla dos órgãos


Fonte: Wikipédia

_ _ _


Que descanse em paz!


José Alencar Gomes da Silva, não só um filho do Brasil, mas um guerreiro!


até breve

Trabalhadores fecham estrada que dá acesso ao porto do Açu em São João da Barra

Eles reivindicam o pagamento de direitos trabalhistas.


Trabalhadores de uma empresa que presta serviços na área de construção no porto do Açu, em São João da Barra, no norte fluminense, fizeram uma manifestação na manhã desta terça-feira (29). Eles fecharam a estrada que dá acesso ao terminal portuário que será um dos maiores da América Latina.


Os trabalhadores reivindicam o pagamento do adicional de 30 % de periculosidade, equiparação salarial com os trabalhadores da empresa em outras cidades, plano de saúde e o pagamento das horas itinerantes (horas que levam de casa para o trabalho).


Os manifestantes queimaram pneus e fecharam o acesso ao porto por quase duas horas. A estrada só foi liberada quando uma viatura da Polícia Militar chegou ao local.


O R7 fez em contato com a assessoria de imprensa da construtora ARG, empresa onde os manifestantes trabalham, mas até as 11h20 não teve retorno.


Fonte: R7


até breve

Mais de 1 bilhão de pessoas não terão água em 2050


(Mãe dá banho em seu filho com água contaminada por substância químicas, em Ahmedabad, Índia)


Estudo diz que número significativo de moradores de cidades terão que viver com menos de 100 litros de água diários. Mais de 1 bilhão de moradores das cidades enfrentarão uma grave escassez de água em 2050 na medida em que o aquecimento global piorar os efeitos da urbanização, indicou um estudo nesta segunda-feira (28).


A escassez ameaça o saneamento em algumas das cidades de mais rápido crescimento no mundo, particularmente na Índia, mas também representa riscos para a vida silvestre caso as cidades bombeiem água de fora, afirma o artigo publicado no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences(PNAS).


O estudo concluiu que, se continuarem as atuais tendências de urbanização, em meados deste século em torno de 990 milhões de moradores de cidades viverão com menos de 100 litros diários de água cada um - mais ou menos a quantidade necessária para encher uma banheira -, o que, segundo os autores, é o mínimo necessário para se viver.


Além disso, mais 100 milhões de pessoas não terão água para beber, cozinhar, limpar, tomar banho e ir ao banheiro.


"Não tomem os números como um destino. São o sinal de um desafio", disse o principal autor do estudo, Rob McDonald, do grupo privado ambiental The Nature Conservancy, com sede em Washington.


Atualmente, cerca de 150 milhões de pessoas estão abaixo do patamar dos 100 litros de uso diário. A casa de um americano médio gasta 376 litros por dia por pessoa, apesar de o uso real variar dependendo da região, disse McDonald.


Mas o mundo está experimentando mudanças sem precedentes no nível urbano, à medida que as populações rurais de Índia, China e outras nações em desenvolvimento mudam-se para as cidades.


As seis maiores cidades da Índia - Bombaim, Delhi, Kolkata, Bangalore, Chennai e Hyderabad - estão entre as cidades mais afetadas pela escassez de água. O estudo prevê que 119 milhões de pessoas não terão água suficiente até 2050 apenas nas planícies e no delta do rio Ganges.


A África ocidental também enfrentará escassez em cidades como Lagos, na Nigéria, e Cotonu, em Benin, segundo o estudo. Outras cidades que sofrerão o impacto são Manila, Pequim, Lahore e Teerã.


Fonte: ig

_ _ _


O assunto merece sempre estar em pauta!


até breve

Brasil leva 15 anos para quitar débito; nos EUA pagamento sai na hora




O abismo que existe na lei brasileira e na legislação que norteia os Estados Unidos parece maior quando o assunto é precatório. Isso porque, se aqui no Brasil o pagamento demora 15 anos –no mínimo, há de se ressaltar—lá fora a política é de pagamento espontâneo quando a administração pública é condenada judicialmente.

O Brasil tem hoje mais de 280 mil precatórios numa dívida que ultrapassa os R$ 84 bilhões. Confira a matéria produzida pela TV Justiça:

Fonte: ig

até breve

"Ficha suja, o retrocesso da lei" por Samuel Celestino


Se já era incerta a situação política do País sob o aspecto legal, piorou e se tornou turva com a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a Lei dos Ficha Suja, ou Lei dos Ficha Limpa, já não se sabe. O que há de concreto são dois casos: o STJ decidiu de uma forma e o Supremo, em instância maior, decidiu por outra, por seis votos contra cinco, depois de dois empates em cinco votos.


Se a diferença de um voto leva a suposição de divisão sobre o entendimento legal, o segundo caso esclarece: está entronizado um buraco negro e uma interrogação sobre ele. Existe ou não ficha limpa e ficha suja? Quando a lei produzirá os efeitos que se deseja?


Há uma polêmica instalada. Diante da confusão, os ficha suja que ficaram à margem da eleição de outubro passado passaram a respirar uma presunção de direito, ou seja, de destronar os que obtiveram mandato no lugar que, supõe-se, seria seu. Ainda assim, nada está assegurado. A votação do STF apenas decidiu que não se pode modificar as regras eleitorais, a não ser um ano antes das eleições. Dentro do período de 12 meses antes do pleito, não.


A decisão foi nesse sentido, o que leva à conclusão de que, quando o Congresso votou e aprovou o projeto popular com 1,6 milhões de assinaturas, sabia que estava gerando uma grande dúvida. Votou sob pressão popular. Todas essas circunstâncias e até a interpretação constitucional da lei dá margem a diversos entendimentos que se conflitariam com a decisão do STF, a partir do voto de desempate do novo ministro Fux.


Agora, o quadro que se revela se enquadra no patamar do não saber. A exemplo de: 1- não se sabe se os ficha suja que ficaram à margem ocuparão o mandato, ou não, dos que estão no exercício do cargo; 2- se isso acontecer quando se dará a mudança; 3- a lei valerá ou não para a eleição de 2012, e, 4- estão certos, ou não os magistrados e juristas que admitem estarmos numa situação tão confusa que pode levar a um prazo maior, talvez de até dez ano.


Os brasileiros estão, assim, fadados a conviver com os corruptos beneficiados que terão fórum especial (no STF) para responder sobre os seus crimes. É pesarosa uma situação dessa ordem, quando se observa que rolam há cinco anos as investigações e processos contra os 40 mensaleiros da grande maracutaia do governo Lula ocorrida em 2005.


Pior quando se recebe, como um forte impacto na cidadania, a informação de que muitos desses mensaleiros, especialmente o “pai” de todos, José Dirceu, podem estar livres e desimpedidos logo, logo, por prescrição dos crimes cometidos.


A lentidão da Justiça atinge em cheio o Supremo, obrigado que é a seguir o rito dos processos e a profusão de recursos, que transforma esta Pindorama tropical num país de Justiça duvidosa pelos males que lhe afligem. São tantos e tantos que privilegiam o crime.


Os ficha suja, assim, passam a ter no horizonte, distante ou perto, um salvo conduto para representar o povo, retomando o mandato que passará a lhes pertencer, pelo que se presume. Péssimo para a imagem da classe política e não menos para a do Poder Judiciário, atado a um amontoado de leis que se conflitam e geram polêmicas na sua aplicação, como é o caso do que aqui se analisa.


Para os políticos, tanto faz como tanto fez, na medida em que quem na lama está tem intimidade com ela. Não deve ser assim para a magistratura, para cujo o ingresso depende de concurso e para a ascensão na carreira a dependência se vincula a uma série de fatores, entre eles e naturalmente, a sorte. Bem observado, os políticos sempre tiveram como marca uma imagem negativa diante da sociedade, mas os magistrados, não. Com a democracia que se sedimenta e amadurece no País, as togas passaram a ser vistas também com suas manchas, o que não é bom. Problema semelhante ameaça, de forma crescente, o Ministério Público, que ganhou força pós Constituição de 1988.


Acontece, porém que a liberdade no agir pode (já acontece) gerar problema e conflitos do MP com a cidadania, se se permitir que determinados integrantes da classe extrapolem nas suas ações para enfeixar, muitas vezes, poderes dos quais se apropriam indevidamente, sem que os tenham. São erros e equívocos que não estão no MP como instituição republicana importantíssima, mas no plano individual das ações de alguns dos seus membros, de ordem pessoal. Cabe às corregedorias dos MPs estaduais e federal não permitir deslizes.


Enfim, ao invés de a lei, como a dos ficha suja, avançar para beneficiar novos conceitos mais éticos, observa-se um complicador a confundir e a determinar que estamos diante de um retrocesso. Lamenta-se.




até breve

Taxa média dos juros bancários aumentou para 38,1% ao ano em fevereiro


A taxa média de juros dos bancos aumentou de 37,4%, em janeiro, para 38,1% ao ano, no mês de fevereiro. O dinheiro tomado como empréstimo dos bancos também ficou 3,7 pontos percentuais mais caro que em fevereiro do ano passado, quando a taxa média era de 34,4%, de acordo com o Relatório de Política Monetária e Operações de Crédito do Sistema Financeiro, divulgado nesta terça-feira pelo Banco Central.


A evolução do custo do crédito foi determinada pela elevação de 1,4 ponto percentual nos juros médios dos empréstimos para pessoas jurídicas (empresas), que subiram para 30,7%, enquanto a taxa média das operações para pessoas físicas permaneceu em 43,8% ao ano.


Os bancos explicam que parte do aumento decorre da evolução da inadimplência, que aumentou 0,1 ponto percentual no mês, elevando a taxa média para 4,7% (5,8% para pessoa física e 3,6% para pessoa jurídica).


Apesar do aumento dos juros, o saldo total de créditos do sistema financeiro nacional registrou expansão de 1,3% no mês e de 21% em 12 meses, com estoque de R$ 1,738 trilhão, equivalente a 46,5% do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas produzidas no país. Maior, portanto, que as relações de 46,3% de janeiro deste ano e de 44,1% em fevereiro de 2010. Do total, R$ 1,136 trilhão de recursos livres e R$ 602,6 bilhões de recursos direcionados.


Fonte: JB


até breve

Juízes prometem cruzar os braços por reajuste salarial


Paralisação nacional de 24 horas está marcada para 27 de abril.


Os juízes federais vão fazer uma paralisação nacional de 24 horas, no dia 27 de abril, a fim de pressionar o Executivo e o Legislativo a aprovarem a revisão de 14,79% de seus vencimentos, constante do projeto de lei de iniciativa do Supremo Tribunal Federal que corrige, no mesmo percentual, o subsídio dos ministros do STF – hoje fixado em R$ 26.723 (teto do funcionalismo público). Além disso, os magistrados reivindicam simetria de direitos com o Ministério Público – como auxílio-alimentação e licença-prêmio.


De acordo com o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Gabriel Wedy, no dia da greve de protesto – aprovada por 83% da classe – os juízes federais só vão atender a demandas de emergência, como despachos de medidas cautelares, As audiências marcadas serão adiadas. Em 2000, uma paralisação semelhante chegou a ser marcada, mas acabou sendo suspensa na véspera, em virtude da retomada satisfatória de negociações.


Os juízes federais argumentam que não lutam por aumento, mas por reajuste dos subsídios, o que depende da aprovação do Projeto de Lei 7.749/2010, que reajusta de R$ 26.723 para R$ 30.675, a partir de 1º de janeiro, o subsídio-teto dos ministros do STF. A magistratura federal tem direito a 85% desse teto, conforme previsão constitucional.


Fonte: JB


até breve

Candidatos fazem provas para magistério


Seis mil pessoas estão concorrendo as 1.362 vagas imediatas oferecidas pela Educação . Gabaritos serão liberados hoje.


A chance de conquistar uma das 1.362 vagas imediatas oferecidas pela Secretaria de Estado de Educação foi disputada neste domingo, 27, por 6.354 candidatos aos cargos de docente I (6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio). Durante quatro horas, esses professores fizeram as provas objetivas aplicadas pela Fundação Ceperj (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro), concorrendo às 739 vagas para a disciplina de Matemática e às 623 para a disciplina de Física. Na terça-feira, 29, quando forem divulgados os gabaritos preliminares, todos poderão conhecer seus erros e acertos disponíveis no Diário Oficial do Estado e no www. ceperj.rj.gov.br.


Os exames, de caráter eliminatório e classificatório, começaram pontualmente às 9 horas da manhã e mobilizaram cerca de mil pessoas treinadas, entre coordenadores, executores, itinerantes e fiscais, sob a coordenação geral do diretor de Concursos e Processos Seletivos da Ceperj, Marcus São Thiago. Foram realizados no Rio de Janeiro e nos municípios de Nova Iguaçu, Barra do Piraí, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Itaguaí, Itape-runa, Niterói e Petrópolis, apresentando um índice de abstenção de 15% - dos 7.476 candidatos convocados, 1.122 não compareceram às provas.


“Esse índice abaixo da média histórica de concursos, entre 20% e 25%, faz a gente acreditar que os candidatos estão realmente interessados em disputar as vagas para as disciplinas de Matemática e Física da rede estadual”, afirma Marcus São Thiago, fazendo uma avaliação positiva desta seleção que não registrou ocorrências negativas.


As provas objetivas apresentaram 60 questões elaboradas com base no programa descrito no edital. Foram divididas em três blocos: 15 de Português e de Conhecimentos Pedagógicos, comuns a todos os candidatos, e 30 de Conhecimentos Específicos exclusivas para cada disciplina (Matemática e Física). Todas foram de múltipla escolha, com cinco alternativas, valendo um ponto cada pergunta, no total de 60 pontos. Serão eliminados do concurso os candidatos que não alcançarem 50% do total de acertos, respeitando o valor mínimo estabelecido para cada bloco, ou seja, cinco acertos para Português e Conhecimentos Pedagógicos e 15 para Conhecimentos Específicos.




até breve

"Marcelo Crivella defende critérios diferentes para aposentadoria de portadores de deficiência" e parabeniza Campos pelo seu aniversário

Em pronunciamento nesta segunda-feira (28), o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) requereu a inclusão prioritária, em Ordem do Dia, de projeto de lei do senador Paulo Paim (PT-RS) que estabelece requisitos e critérios diferentes para a concessão de aposentadoria aos segurados da Previdência Social que sejam portadores de deficiência. O senador pelo Rio de Janeiro explicou que o projeto (PLS 252/05), arquivado ao fim da legislatura passada, deverá voltar à discussão depois de apresentação de requerimento nesse sentido por Paim. Crivella ressaltou que a proposta, que reduz de 35 para 25 anos o tempo de contribuição nesses casos, também beneficiará portadores de doenças de alta complexidade. Ele citou o exemplo de um morador do Rio de Janeiro que sofre de síndrome de pós poliomelite e lhe escreveu para narrar sua luta contra os preconceitos e as limitações físicas. Aniversário de Campos Crivella também aproveitou o pronunciamento para comemorar os 176 anos de Campos dos Goytacazes, maior município do Rio de Janeiro, que tem hoje 463 mil habitantes, numa área de 4.027 quilômetros quadrados, três vezes maior que a ocupada pela capital fluminense, segundo ele. O senador contou que as comemorações pelo aniversario de Campos começaram no último dia 23, com o início das obras de uma fábrica de refrigerantes e apresentações musicais de artistas locais. Ele lembrou que, embora os royalties do petróleo representem a base da economia local, há outras fontes de riqueza no município. - Há ali também muitas usinas, há produção de cana, há produção de açúcar, há produção de álcool, uma gente valente, um povo extraordinário que traz na sua gênese, no seu DNA, a valentia e a bravura dos índios dos campos de Goytacaz que nunca se permitiram ser escravizados. Fonte: Correio do Brasil até breve

CREA-RJ publica edital de concurso para 60 vagas de níveis médio e superior


O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ) lançou o edital de concurso para 60 vagas e cadastro de reserva em cargos de níveis médio e superior. Os salários vão de R$ 1.280 a R$ 5.000. Os contratados ainda receberão benefícios como vale-refeição/alimentação (no valor de R$ 407), vale-transporte e, após efetivação, auxílio-creche no valor de R$ 300 e plano de saúde.


As inscrições poderão ser feitas a partir da próxima quinta-feira, dia 31, até 28 de abril pelo site da Consulplan. As taxas de inscrição são de R$ 18 (níveis médio e técnico) e de R$ 36 para o nível superior.


Para nível médio, há vagas para profissional de área administrativa. Já quem tem o nível técnico pode concorrer às vagas de profissional de área técnica – PRAT (profissões no âmbito do sistema Confea/Crea) e técnico em contabilidade ou administração.


Profissionais com graduação superior podem se candidatar para os cargos de engenheiro agrimensor/cartógrafo, engenheiro agrônomo, engenheiro florestal, engenheiro civil, engenheiro de minas/geólogo, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro eletricista/eletrotécnico/telecomunicações, engenheiro mecânico/ metalúrgico/industrial, engenheiro químico, geógrafo, meteorologista, administrador, advogado, analista de sistemas, contador e analista de comunicação (jornalismo).


De acordo com o edital, os candidatos poderão se inscrever para até dois cargos, desde que não haja coincidência no horário de realização das provas, previstas para o dia 29 de maio, com exames pela manhã e à tarde, aplicados na cidade do Rio de Janeiro e também no interior do estado (Campos dos Goytacazes, Petrópolis e Volta Redonda).


Fonte: Extra


até breve

segunda-feira, 28 de março de 2011

Preços de referência de cerveja e refrigerantes sobem 15% em média


Informação é do subsecretário de Tributação da Receita, Sandro Serpa. Segundo ele, mercado é 'livre' e não precisa repassar aumento aos preços.


A Secretaria da Receita Federal informou nesta segunda-feira (28) que a tabela dos preços de referência das cervejas, dos refrigerantes e da água mineral, além de isotônicos, foi reajustada, em média, em 15%.


Até o momento, não havia informação oficial sobre o percentual do reajuste. Representantes do setor de bebidas haviam confirmado anteriormente que o aumento seria maior do que 10%.


O reajustes dos preços de referência das bebidas, sobre os quais incidem os tributos federais, como PIS e Cofins, aconteceram por meio do decreto presidendial 7.455, publicado no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira.


Com a medida, o preço destes produtos ao consumidor final, dependendo da decisão das empresas do setor de repassaram o reajuste, pode subir em igual proporção. A nova tabela começa a valer na próxima segunda-feira (4). Com a medida, o governo vai arrecadar R$ 948 milhões a mais em 2011.


"A medida é um retrato fiel do preço de varejo que eles estão praticando. O que fizemos foi adequar a tributação de bebidas com os valores praticados no mercado atualmente. Os valores de referência estavam defasados há três anos. Se o preço vai aumentar, isso vai depender da relação entre o consumidor e o fabricante destes produtos. Não vemos como aumento de tributo. Aqui no Brasil, a lei mais forte que existe é a do mercado, que vai conduzir as ações dos fornecedores e consumidores", declarou Serpa, da Receita Federal.


Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que as cervejas, os refrigerantes e as águas tiveram aumentos acima da inflação oficial, desde janeiro de 2009, mesmo sem a correção da tabela de preços de referência por parte da Receita Federal. Neste período, a cerveja subiu 17,3%, enquanto os preços dos refrigerantes e das águas avançaram 16,6%. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que serve de referência para o BC na fixação dos juros, subiu 12,3% neste período.


Fonte: G1


até breve

Ônibus com torcedores do Vasco é baleado na BR 101


Um torcedor é ferido e liberado depois de receber socorro médico.


Um ônibus com torcedores do Vasco, que seguia em direção a Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, vindo do Rio de Janeiro foi atingido por tiros no final da noite desse domingo (27), em Casimiro de Abreu, na baixada litorânea. Um torcedor foi ferido e levado para o hospital municipal de Casimiro de Abreu. Ele foi liberado durante a madrugada.


Segundo agentes da Polícia Rodoviária Federal, o ônibus estava parado no acostamento da BR-101 por ter apresentado problemas mecânicos quando os passageiros de uma kombi passaram atirando contra o veículo.


Os torcedores que estavam no ônibus não quiseram registrar a ocorrência na delegacia de Casimiro de Abreu (121ª DP). Depois que o torcedor ferido foi liberado, o ônibus seguiu viagem.


Fonte: R7


até breve

Diário Oficial publica lei que reajusta salário de professores da Uenf


O Diário Oficial traz publicada hoje a lei que concede aumento aos professores do quadro permanente da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). De acordo com a Lei Estadual 5.922, de 2011, o reajuste será de 22%. Inicialmente previsto pelo governo em seis parcelas de 3,37% sobre o vencimento, o texto mudou o mês de referência para o início pagamento, que passou de fevereiro para janeiro.


Com isso, o primeiro pagamento a ser feito vai agrupar três parcelas, o que corresponde à metade do reajuste, ou 11%. A partir de maio serão pagas outras três, de 3,37%.


Fonte: Extra


até breve

IML nega que idosa morta espancada no RJ tenha sido estuprada, diz polícia

Acompanhante dela, também agredida, recebeu alta e é ouvida pela polícia. Crime aconteceu em Guapirimim, na Baixada Fluminense, no fim de semana.


O Instituto Médico Legal (IML) negou, nesta segunda-feira (28), que a idosa de 84 anos morta após ter sido espancada dentro do sítio onde morava, em Guapimirim, na Baixada Fluminense, tenha sido estuprada. A informação é do delegado da 65ª DP (Magé), José de Moraes. O episódio aconteceu na madrugada de domingo. “Não há indícios de violência sexual”, afirmou ele, após entrar em contato com o IML, nesta manhã. De acordo com Moraes, o laudo informou que a idosa sofreu traumatismo toráxico, teve três costelas quebradas e apresentou trauma facial. A acompanhante da idosa, de 51 anos, que também foi agredida, já recebeu alta do Hospital Municipal de Guapimiri e está sendo ouvida pela polícia em sua própria residência. Moraes afirmou que ela também será submetida ao exame de corpo de delito. Encontradas no chão De acordo com a polícia, a idosa não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada no mesmo hospital. A acompanhante ficou internada em estado de choque até a manhã desta segunda. A Polícia Militar informou que as duas mulheres foram encontradas no chão da casa por uma segunda acompanhante da idosa, que ligou para a PM. A polícia acionou uma ambulância do Hospital de Guapimirim. Investigação Segundo informações da 65ª DP (Magé), onde o caso foi registrado, as duas principais linhas de investigação a serem apuradas são homicídio e latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Um policial militar, que atendeu à ocorrência, e o pai da acompanhante foram ouvidos na delegacia neste domingo. Segundo informações do 34º BPM, a princípio, nada foi roubado no sítio.


Fonte: G1


até breve

Idosa de 84 anos é estuprada e morta na Baixada Fluminense


Uma mulher de 84 anos morreu na madrugada deste sábado após ser estuprada e, em seguida, agredida até a morte por um bandido que invadiu sua casa. Catherine Zoucas estava no sítio onde vive, com sua acompanhante, no município de Guapimirim, na Baixada Fluminense, quando foi surpreeendida pelo agresssor.


Segundo policiais do 34° BPM (Magé), o corpo da idosa passou por exame de corpo de delito para confirmar o estupro, e o resultado do exame deve ficar pronto nos próximos dias.


A acompanhante da idosa, Maria da Glória Silva Pinto, de 51 anos, única testemunha do crime brutal, está internada no Hospital Municipal de Guapimirim, em estado de choque. O depoimento de Glória está previsto para esta segunda-feira.


Segundo a polícia militar, nada foi levado da casa de Catherine, que morava no Sítio Santa Terezinha, na Estrada da Cutia, em Guapimirim. Neste domingo, foram feitas buscas na área próxima ao local do crime para tentar encontrar pistas do criminoso.


O caso está sendo investigado pela 65ª DP (Magé).


Fonte: JB


até breve

Campanha de prevenção contra a dengue é lançada no Rio


Cerca de 40 agentes do Instituto Oswaldo Cruz em parceria com a Sesdec (Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil) lançaram neste sábado, na praia do Leme (zona sul), uma campanha de prevenção contra a dengue.


Batizada de "10 Minutos Contra a Dengue", propõe que todos dediquem 10 minutos dos seus dias a combater focos do mosquito transmissor da doença, o Aedes Aegypti.


Pesquisadores, entomologistas e estudantes distribuíram informativos para a população e ainda exibiram larvas e mosquitos.


"As pessoas estão mais conscientes quanto ao combate ao mosquito, mas muitas ainda não sabem que bandejas de geladeira e do ar-condicionado são ótimos criadouros, por exemplo", falou à Folha o jornalista Marcelo Garcia, que participava do evento.


O entomologista Rafael Freitas disse ainda que a maior dúvida da população é sobre os métodos de prevenção.


"Esses mitos de comer muito alho, tomar complexo B ou mesmo ingerir grande quantidade de inhame não dão muito certo. Até o uso de repelente durante todo o dia não faz bem. Não adianta a pessoa se encher do produto. Além de prejudicar a pele, ele acaba perdendo o efeito. O bom mesmo é acabar com os criadouros."


O professor Onésimo Valle, 71, já teve dengue há cinco anos e disse que sente falta de mais campanhas como essa.


"Antigamente eu via agentes nas ruas e fumacê. Agora não tem mais nada. O combate tem que ser feito o ano inteiro. É preciso também mais conscientização das pessoas. Vejo ainda muita gente deixar acumular água em casa.


Paralelo ao evento, um grupo formado por 150 bombeiros visitou imóveis das comunidades Chapéu Mangueira/Babilônia em busca de focos. De acordo com a Fiocruz, a campanha 10 Minutos Contra a Dengue deve acontecer em outros bairros.




até breve

Parabéns Campos!!!

Independente do ano, o que realmente importa, é quando, oficialmente, comemora-se o aniversário de nossa Campos dos Goytacazes!


Parabéns Campos!
Que você continue em sua evolução constante, e se torne muito melhor do que é hoje, para que possamos nos orgulhar de sermos crias de seu solo! até breve

domingo, 27 de março de 2011

Americano vence a Cabofriense e entra na briga pela classificação na Taça Rio


O Americano venceu a Cabofriense por 1 a 0 jogando fora de casa, no Estádio Correião. O resultado deixa o clube de Campos dos Goytacazes com 10 pontos, na zona de classificação para a Taça Rio, mas ainda aguarda o jogo do Vasco contra o Fluminense. O único gol da partida foi marcado por Diego, aos 44 minutos do primeiro tempo.


Já a Cabofriense tem apenas oito pontos no total e segue na zona de rebaixamento do Campeonato Carioca. Na Taça Rio, a equipe tem quatro tentos e está na penúltima posição do grupo B.


No próximo domingo (3), o Americano pega o Olaria, no Godofredo Cruz. Um dia antes, a Cabofriense visita o Nova Iguaçu, no Laranjão.


Outros resultados

Bangu 2 X 1 Volta Redonda

Resende 5 x 2 Macaé

América-RJ 1 x 2 Duque de Caxias




até breve

Senado e Câmara tentam cumprir prazo para discutir reforma política




Trabalhos já começaram no Senado, enquanto a Câmara ainda patina no primeiro tema.


Com trabalhos realizados em duas comissões diferentes, deputados e senadores têm, mais uma vez, o desafio de tentar mudar as regras do jogo eleitoral brasileiro e a forma como os partidos e candidatos se articulam para chegar ao poder.


A Comissão Especial da Reforma Política da Câmara aposta em audiências públicas e muita discussão para chegar a um denominador comum em até 180 dias.


Os senadores, por sua vez, deram-se o prazo máximo de 8 de abril para discutir e votar os temas propostos. Desde que foi instalada, no início do mês, a comissão da Câmara já se reuniu para elaborar um cronograma de atividades, definir a pauta de assuntos que serão debatidos e eleger seus líderes: são três vices-presidentes, um presidente e um relator. As discussões, no entanto, pouco avançaram.


Na última quinta-feira (24), o grupo realizou a primeira audiência, dedicada à análise do sistema eleitoral. O encontro teve a participação de internautas e juristas. Os deputados apostam em muitos debates e na participação popular para produzir o anteprojeto da reforma política. O presidente da comissão, Almeida Lima (PMDB-SE), disse que já recebeu propostas para fazer seminários em Goiás, Mato Grosso, Sergipe, Paraná e Minas Gerais.


Apesar das boas intenções, os deputados terão de apertar o ritmo para concluir os trabalhos dentro do prazo proposto. Na última terça (22), os integrantes da comissão demonstraram pouca pressa. Os deputados que não fizeram a lição de casa tiveram a oportunidade de assistir a uma aula sobre os modelos de sistemas eleitorais: proporcional com lista aberta ou lista fechada de candidatos, voto distrital, voto distrital misto e voto majoritário da circunscrição (o chamado distritão, que corresponde a todos os eleitores de um Estado).


No Senado, o debate deslanchou. A comissão especial montada na Casa definiu um cronograma apertado para analisar 11 itens. O grupo pretende concluir até o dia 8 de abril o anteprojeto de reforma política, que será enviado ao plenário. Alguns temas já foram deliberados pelos senadores, como o fim das coligações partidárias nas eleições proporcionais (para deputados e vereadores) e a manutenção do voto obrigatório.


A comissão decidiu, ainda, propor o fim da reeleição para prefeitos, governadores e presidentes da República, aumentando, porém, o mandato de quatro para cinco anos. Além disso, sugeriu alterar as regras para escolha dos suplentes de senador. Em vez de dois, cada senador eleito passaria a contar com apenas um suplente, que poderia substituir o titular do cargo apenas temporariamente, e não mais até o fim do mandato.


Outro assunto abordado foi a mudança da data em que tomam posse o presidente da República, os governadores e prefeitos. Tais eventos, que atualmente ocorrem sempre no dia 1º de janeiro, seriam adiados para não coincidir com as festas de Ano Novo. De acordo com a proposta, governadores e prefeitos tomariam posse no dia 10 de janeiro.


A cerimônia do presidente, por sua vez, ocorreria no dia 20. A única discussão que entrou em pauta, mas que não encontrou consenso entre os senadores, foi sobre os sistemas eleitorais. O presidente da comissão, Francisco Dornelles (PP-RJ), decidiu adiar a votação para a próxima terça-feira (29), quando os parlamentares irão escolher uma das três propostas mais votadas: voto distrital misto com lista fechada, o distritão e voto proporcional com lista fechada.


Pressionado pelo bom andamento dos trabalhos no Senado, o presidente da comissão especial da Câmara, Almeida Lima, anunciou a disposição de começar as votações sobre o sistema eleitoral "em meados de maio". Anteriormente, havia manifestado a intenção de concentrar as votações apenas no fim do prazo de funcionamento da comissão, entre agosto e setembro.


Trabalho conjunto


Apesar do andamento diferente, as comissões da reforma política da Câmara e do Senado vão trabalhar "buscando harmonizar as sugestões que integrarão o anteprojeto", segundo o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS). A intenção é promover encontros sistemáticos entre os líderes. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse que o objetivo é que as duas comissões cheguem a um acordo em torno de alguns pontos fundamentais. - Se não fosse assim, seria difícil achar o caminho para a reforma. Marco Maia justificou a ideia do trabalho em conjunto como fundamental para que, no fim, as propostas se integrem.


Fonte: R7


até breve