segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Até o nosso Hino!!!

"No Primeiro Encontro Estadual de Agentes Públicos, na Assembléia Legislativa de São Paulo, Vanusa canta o Hino Nacional aparentemente bêbada. Porém, agora está exclarecido o motivo do desandamento da voz da cantora. Aparentemente, tudo ocorreu por conta de um remédio para Labirintite."



Seria engraçado, se não fosse uma falta de respeito!

até breve

"Só de sacanagem!"

Já conhecia o texto lido por Ana Carolina. No entanto, quando tive conhecimento ainda não sabia postar vídeos.

Vale a pena ver, pois, por mais que a seja antigo o vídeo, a mensagem é sempre contemporânea!!!



até breve

sábado, 29 de agosto de 2009

...


Jaguatirica




Chegou


Desvirginando a minha mente


E em mim se faz presente


Com seu jeito sedutor


Plantou em mim


Plantou em si floresceu


Um grande amor


Igual já mais aconteceu


Fêmea felina que lambe meu suor


Minha caça perseguida


Meu sentimento maior


Minha canção preferida


Meu acorde em tom menor


Eu sei que é


Esse tal de amor que fica


É pequenina e gostosa


Como banana nanica


Uma mistura cheirosa


Carvalho, rosa e arnica


Me bebe como cachaça


Me come como canjica


Quem ela é?


É minha Jaguatirica


Parece gata selvagem


Me arranha e me complica


Quem ela é?


É minha


Jaguatirica




Composição: Martinho da Vila / Zé Catimba


_ _ _




Me lembrou alguém!!!rsrsrsrs




até breve

É de manha!!!

Estrada do Sol

Releitura de clássico de Tom Jobim e Dolores Duran por Fernando Janson, Ivan Paschoal, Gilberto Cerantola e Rafael Souza. 2007




até breve

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Só para relembrar: é hoje!!!

Sexta, 28/08, às 19h, no Palacio da Cultura, "Tributo à Raul Seixas"

Um pouco de Raul:

Raul Seixas
Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Raul Santos Seixas (
Salvador, 28 de junho de 1945São Paulo, 21 de agosto de 1989), conhecido por "Maluco Beleza", foi um cantor e compositor brasileiro.
 
Biografia
Filho do casal Raul Varella Seixas e Maria Eugênia Seixas, Raul cresceu na cidade de
Salvador um tanto estagnada, alheia aos progressos de uma modernidade que passava ao largo da capital baiana. Tinha um irmão, quatro anos mais novo, Plínio Seixas.
Em casa obtém uma cultura que o faz adiantar-se àquilo que era ensinado nas escolas, mergulhando nos livros que tinha à disposição, na biblioteca do pai. Até o final de sua vida, sempre foi avançado para sua época, o que é comprovado pelas músicas por ele compostas e que até hoje são executadas.



Primórdios
Seu gosto musical foi se moldando: primeiro, no rádio, acompanha o sucesso de
Luiz Gonzaga, e nas viagens, onde acompanha o pai (inspetor de ferrovia), ouve os matutos desfiarem repentes - e esta "raiz" nordestina nunca o abandonara. Raul Seixas era um garoto muito tímido na infância e na adolescência, e só vivia trancado no quarto lendo e compondo. Seu sonho no inicio era ser um escritor, até o Rock n Roll aparecer em sua vida. Nesse momento, nas telas dos cinemas, encanta-se com o talento de Elvis Presley, de quem torna-se fã - e aponta-lhe o rumo musical: o Rock'n Roll. Sempre gostou também de clássicos do rock dos anos 50 e 60.
Juntamente com alguns amigos de Salvador, monta um conjunto, "Os Relâmpagos do Rock", mais tarde "The Panters", e por último conhecido como "Raulzito e os Panteras". Fazem shows no estado, e, a convite do amigo
Jerry Adriani, vai para o Rio de Janeiro gravar um disco pela gravadora Odeon, em 1967 - que foi um total fracasso.
Após algum tempo, volta ao Rio, em
1970-71, contratado por outra gravadora - a CBS (atual Sony BMG). Ali participa da produção de diversos artistas da Jovem Guarda, como Jerry Adriani, Leno e Lilian e mais tarde Sérgio Sampaio, Diana, entre outros. Também compõe mais de 80 músicas para a Jovem Guarda, algumas de muito sucesso, como: Doce, Doce, Doce Amor, Sha-la-la-la, Tudo que é bom dura pouco, Ainda queima a esperança, Sha-la-la, e outras.
Mas nos
anos 70 Raul acaba se rebelando. Aproveitando a ausência do presidente da empresa, Evandro Ribeiro, grava seu segundo LP (intitulado Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10), em que faz parceria com Sérgio Sampaio, Miriam Batucada e Edy Star. O disco, todavia, foi retirado do mercado sob o argumento de não se enquadrar à linha de atuação da gravadora.
Em
1972 participou do VII FIC (Festival Internacional da Canção), promovido pela Rede Globo, e conseguiu a classificação de duas músicas, "Let me sing" (um misto de baião e rockabilly)[1] e "Eu Sou Eu Nicuri é o Diabo", o que lhe deu projeção nacional.


Sucesso e dor
No ano de
1973, Raul conseguiu um grande e estrondoso sucesso com a música "Ouro de Tolo", uma música com letra quase autobiográfica, mas também um deboche com a Ditadura e o Milagre econômico.
No mesmo ano foi contratado pela Philips (atual
Universal Music), onde gravou o LP Krig-Ha, Bandolo, com o qual Raul finalmente alcançou o sucesso, estabelecendo a parceria com o hoje escritor Paulo Coelho e lançando músicas que viraram grandes HITS e clássicos, como: Metamorfose Ambulante, Mosca na Sopa, Ouro de Tolo, Al Capone, e etc. O Krig-Ha Bandolo seria desde então uma grande referência da Obra de Raul.
Raul Seixas finalmente alcançou grande repercussão nacional como uma grande promessa de um novo compositor e cantor. Porém logo a imprensa e os fãs da época foram aos poucos percebendo que Raul não era apenas um cantor e compositor.


No ano de 1974, por divulgar a Sociedade Alternativa, com Paulo Coelho nas suas apresentações, acabou sendo preso e torturado pelo DOPS, exilando-se nos Estados Unidos. No entanto, o sucesso do seu LP Gitã e da música Gita, que lhe rendeu um disco de ouro, após vender 600.000 cópias, fazem-no retornar ao Brasil. Neste ano separa-se de sua primeira mulher, Edith Wisner, com quem teve uma filha chamada Simone.
Em
1975, casa-se com Gloria Vaquer, e grava o LP "Novo Aeon", onde Raul compôs, uma de suas músicas mais conhecidas, Tente Outra Vez.
Em
1976, grava o disco "Há Dez Mil Anos Atrás", que também é um LP recheado de clássicas composições, e tem sua segunda filha, Scarlet.
Raul Seixas lançou mais outros três discos pela
WEA (hoje Warner Music Brasil), a partir de 1977, que fizeram sucesso de público e desgosto na crítica (O Dia Em Que A Terra Parou, Mata Virgem e Por Quem Os Sinos Dobram). Por volta deste período, intensifica-se a parceria com o amigo Cláudio Roberto, com quem Raul comporia várias de suas canções mais conhecidas, como "Maluco Beleza", "O Dia em que a Terra Parou", "Rock das Aranhas", "Aluga-se" etc.
A partir do ano de
1978, começa a ter problemas de saúde devido ao consumo de álcool, que lhe causa a perda de 1/3 do pâncreas. Separa-se de Glória, que vai embora para os EUA levando a filha Scarlet. Neste ano, conhece Tania Menna Barreto, com quem passa a viver.
No ano de
1979, separa-se de Tania. Começa então a depressão de Raul Seixas junto com uma internação para tratar do alcoolismo,. Conhece Angela Affonso Costa, a Kika Seixas, sua quarta companheira.


Ocaso
No ano de
1980, assinando novamente contrato com a CBS, lançou apenas mais um álbum (Abre-te Sésamo) e rescindiu o contrato.
Em
1981 nasce a terceira filha, Vivian, fruto de seu casamento com Kika.
Seus dois discos seguintes (Raul Seixas - 1983 e Metrô linha 743 - 1984) e o livro As Aventuras de Raul Seixas na Cidade de Thor fizeram sucesso, mas depois Raul teve as portas fechadas novamente, devido ao seu consumo excessivo de
álcool e constantes internações para desintoxicação.
Em
1985, separa-se de Kika Seixas. Faz um show, em 1 de dezembro deste ano, no Estádio Lauro Gomes, na cidade de São Caetano do Sul. Só voltaria a pisar no palco no ano de 1988, ao lado de Marcelo Nova.
Conseguindo um contrato com a gravadora Copacabana, em
1986 (de propriedade da EMI), grava um disco que foi grande sucesso entre os fãs, (UAH-BAP-LU-BAP-LA-BEIN-BUM - 1987) estando presente até em programas de televisão, como o Fantástico. Nesta época, conhece Lena Coutinho, que se torna sua companheira. A partir desse ano, estreita relações com Marcelo Nova (fazendo uma participação no LP "Duplo Sentido", da banda Camisa de Vênus).
Um ano mais tarde,
1988, já sozinho, faz seu último álbum solo (A Pedra do Gênesis). A convite de Nova, faz alguns shows em Salvador, após três anos sem pisar num palco.
No ano de
1989, faz uma turnê com Marcelo Nova, agora parceiro musical, totalizando mais de 50 apresentações pelo Brasil.


"Canto do cisne"
O último disco lançado em vida foi feito em parceria com
Marcelo Nova, intitulado A Panela do Diabo, que foi lançado pela Warner Music Brasil um dia após sua morte. Raul Seixas faleceu no dia 21 de agosto de 1989, aos 44 anos. Seu corpo foi encontrado às oito horas da manhã, pela sua empregada, Dalva. Foi vítima de parada cardíaca: seu alcoolismo, agravado pelo fato de ser diabético, e por não ter tomado insulina na noite anterior, causaram-lhe uma pancreatite aguda fulminante. O LP A Panela do Diabo vendeu 150.000 cópias, rendendo ao Raul um disco de ouro póstumo, entregue à sua família e também a Marcelo Nova (parceiro de Raul, com quem gravou o LP), tornando-se assim um dos discos de maior sucesso do eterno Maluco Beleza.


Após a morte
Depois de sua morte, Raul permaneceu entre as paradas de sucesso. Foram produzidos vários álbuns póstumos, como O Baú do Raul (1992), Metamorfose Ambulante (1993), Documento (1998), Anarkilópolis (2003) e Raul Seixas - Série BIS Duplo (2005). Sua penúltima mulher, Kika, já produziu um livro do cantor (O Baú do Raul), baseado em escritos dos diários de Raulzito desde os 6 anos de idade até a sua morte.


Principais sucessos
Muitos dos fãs de Raul Seixas consideram uma das marcas mais fortes nas suas músicas a sua capacidade de, através de um estilo jovial e descontraído, transmitir mensagens ou fazer questionamentos sobre temas como o amor, a vida, e a existência em si.
Das
canções que Raulzito deixou, muitas foram aquelas que permaneceram eternizadas pelo gosto do público. Entre elas, Maluco Beleza, Metamorfose Ambulante, Sociedade Alternativa, Gîtâ, Eu nasci há 10 mil anos atrás, Medo da Chuva e Tente Outra Vez. Entre os fãs, costumam aparecer também outras músicas, entre elas, Ouro de Tolo, S.O.S., Mosca na Sopa, Eu Sou Egoísta, Para Nóia, Eu Quero Mesmo, Capim Guiné, Água viva, e Cachorro-Urubu.


Pensamentos
"A arte de ser louco é jamais cometer a loucura de ser um sujeito normal."
"Ninguem tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo. Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender."
"Todos os partidos são variantes do absolutismo. Não fundaremos mais partidos; o Estado é o seu estado de espírito."
"Só há amor quando não existe nenhuma autoridade."
"O sonho do careta é a realidade do maluco."
"A desobediência é uma virtude necessária à CRIATIVIDADE."
"Ninguém morre, as pessoas despertam do sonho da vida."
"Quero a certeza dos loucos que brilham. Pois se o louco persistir na sua loucura, acabará sábio."
"Eu não sou louco, é o mundo que não entende minha lucidez."
"Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos."
"A formiga é pequena, mas elas são um exército quando juntas."
"De que o mel é doce é coisa que eu me nego a afirmar, mas que parece doce eu afirmo plenamente."
"Nunca é tarde demais pra começar tudo de novo."
"Que capacidade impiedosa essa minha de fingir ser normal o tempo todo."
"Antes de ler o livro que o guru lhe deu, você tem que escrever o seu."


Discografia
1968 - Raulzito e os Panteras
1971 - Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10 (com Sérgio Sampaio, Míriam Batucada e Edy Star)
1973 - Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock
1973 - Krig-Ha, Bandolo!
1974 - O Rebu (Trilha sonora original - Raul Seixas & Paulo Coelho)
1974 - Gita
1975 - 20 Anos de Rock (Reedição de Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock)
1975 - Novo Aeon
1976 - Há Dez Mil Anos Atrás
1977 - Raul Rock Seixas
1977 - O Dia Em Que a Terra Parou
1978 - Mata Virgem
1979 - Por Quem Os Sinos Dobram
1980 - Abre-Te Sésamo
1983 - Raul Seixas
1984 - Metrô Linha 743
1985 - Let Me Sing My Rock And Roll (Coletânea lançada somente em LP)(reeditado como "Caroço de Manga" em LP e CD)
1986 - Raul Rock Volume 2
1987 - Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum!
1988 - A Pedra do Gênesis
1989 - A Panela do Diabo (com Marcelo Nova)


Álbuns póstumos
1991 - As Profecias
1992 - O Baú do Raul (Raridades)
1993 - Metamorfose Ambulante (Coletânea)
1998 - Documento
2002 - Anarkilópolis
2004 - Raul Seixas - Série BIS Duplo
2009 - 20 Anos sem Raul Seixas


Álbuns ao vivo
1984 - Ao Vivo - Único e Exclusivo
1991 - Eu, Raul Seixas (Show na Praia do Gonzaga, Santos, 1982)
1993 - Raul Vivo (Reedição de Ao Vivo - Único e Exclusivo com faixas extras)
1994 - Se o Rádio Não Toca (Show em Brasília, 1974)
Caixas
1995 - Série Grandes Nomes: Raul (Caixa com 4 CDs e livreto ilustrado)
2002 - Maluco Beleza (Caixa com 6 CDs e livro ilustrado)

até breve

Todo azul do mar

Foi assim, como ver o mar

A primeira vez que os meus olhos se viram no seu olhar

Não tive a intenção de me apaixonar

Mera distração e já era momento de se gostar

Quando eu dei por mim nem tentei fugir

Do visgo que me prendeu dentro do seu olhar

Quando eu mergulhei no azul do mar

Sabia que era amor e vinha pra ficar

Daria prá pintar todo azul do céu

Dava prá encher o universo da vida que eu quis prá mim

Tu...do que eu fiz foi me confessar

Escravo do teu amor, livre para amar

Quando eu mergulhei fundo nesse olhar

Fui dono do mar azul, de todo azul do mar

Foi assim, como ver o mar

Foi a primeira vez que eu vi o mar

Onda azul, todo azul do mar

Daria pra beber todo azul do mar

Foi quando eu mergulhei no azul do mar

Foi assim, como ver o mar

A primeira vez que os meus olhos se viram no seu olhar

Não tive a intenção de me apaixonar

Mera distração e já era momento de se gostar

Quando eu dei por mim nem tentei fugir

Do visgo que me prendeu dentro do seu olhar

Quando eu mergulhei no azul do mar

Sabia que era amor e vinha pra ficar

Daria prá pintar todo azul do céu

Dava prá encher o universo da vida que eu quis prá mim

Tudo que eu fiz foi me confessar

Escravo do teu amor, livre para amar

Quando eu mergulhei fundo nesse olhar

Fui dono do mar azul, de todo azul do mar

Foi assim, como ver o mar

Foi a primeira vez que eu vi o mar

Onda azul, todo azul do mar

Daria pra beber todo azul do mar

Foi quando eu mergulhei no azul do mar

Composição: Ronaldo Bastos - Flávio Venturini

_ _ _

até breve

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Dia 11 de setembro vem aí... Será?


Não quero dar ênfase aos 8 anos da tragédia do World Trade Center!


Refiro-me a informação que acabo de receber de que um Deputado Federal, pertencente a um partido, partido este que tem estado na mídia de forma positiva, estará em nossa cidade, para um evento com seus correligionários, nesta data.


Segundo fontes, a visita do "ilustre" membro da Assembléia Legistativa Federal está confirmada.


No entanto, por não haver outros apontamentos corroborando com a informação, o blog noticia até aqui.
Agora é esperar que o Deputado venha... Será???


até breve

Arnaldo Jabor e o seu cartão vermelho!!!



até breve

Dirimindo dúvidas!!!


Por uma questão de linguística, venho esclarecer o significado da palavra CABRUNCO:






Dicionário inFormal:
1. cabrunco
O termo cabrunco deriva de carbunculo, doença que afetava gado bovino.


Em Conceição de Macabu, Norte Fluminense, Rio de Janeiro, o termo pode ser um palavrão, elogio ou significar espanto.


Se palavrão, relaciona-se ao diabo.


Se elogio, vale como superlativo.


Se expressão de espanto, serve para demonstrar um susto.

ELOGIO:Que cabrunco de carro bonito você comprou.


PALAVRÃO:Vou te pegar seu moleque cabrunco.


ESPANTO:Cabrunco! Onde você ganhou tanto dinheiro?


_ _ _






carbúnculo
s. m.
1. Rubi muito brilhante.
2. Pústula maligna.
3. Ustilago.


_ _ _






Em várias cidades do nordeste brasileiro, o termo Carbúnculo deu origem a um xingamento. A palavra foi transformada ao longo de anos e criou-se uma variação. Surgiu o CABRUNCO, que no novo significado dado, virou uma expressão de espanto (Ô cabrunco!) ou de substantivo, quando se quer denominar algo (ex. Apanhe esse cabrunco para mim, ou o cabrunco do menino caiu)..


_ _ _






Fórma pop. de carbúnculo


até breve




De un campo de comestibles????

Acho que tem gringo no samba!!!

Espero que no próximo programa se faça um delineamento melhor!





"Só abro a boca quando eu tenho certeza!"

Alguns bordões deveriam ser levados mais a sério!

_ _ _

Mas retirando esse juízo, acerca do Canal Campos-Macaé, do nuestro hermano, o programa tem tudo para para ser prodigioso.

Parabéns ao trio... não... ao quarteto!!! (larga de ser impertinente)

até breve

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Enquanto isso no Senado Federal... VII



"CCJ do Senado adia votação de projeto que extingue o Conselho de Ética "


"A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado adiou para a próxima semana a votação do projeto que estabelece o fim do Conselho de Ética. O motivo foi que o relator da matéria, senador Antonio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA), pediu para trocar o parecer que elaborou sobre a proposta. O novo texto que ele pretende apresentar defende que colegiado seja composto por 12 senadores e restringe a participação dos senadores suplentes.

ACM Júnior entregou um texto à comissão no qual rejeitava a extinção do colegiado. Agora, o relator decidiu propor a reformulação do Conselho de Ética. A proposta deve ser discutida na próxima quarta-feira e ainda está sendo fechada com assessores, mas prevê que o colegiado será formado por um representante de cada partido --sendo que os líderes partidários terão preferência-- que terão que cumprir os requisitos como não ter problemas com a Justiça e não terem processo por improbidade administrativa.

Em relação aos suplentes, só terão direito a ocupar um assento caso tenham assumido o mandato --portanto, se chegaram ao Senado com a morte ou renúncia do parlamentar eleito. O relator negou que as novas restrições aos suplentes sejam uma resposta a postura do atual presidente do colegiado, Paulo Duque (PMDB-RJ), que sendo aliado do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), lançou mão da prerrogativa do cargo e arquivou sem discussão as 11 ações contra o peemedebista.

"A ideia é evitar manobras no sentido do titular da vaga voltar apenas para uma votação", afirmou.

A proposta também determina que o colegiado terá que ser eleito no primeiro mês de cada legislatura. Neste ano, os trabalhos do colegiado, que deveriam ter começado março, só foram retomados em julho com o agravamento da crise em torno do presidente do Senado.

O parecer de ACM Júnior ainda nem foi apresentado e já provoca polêmica entre os senadores. O senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), antecessor de Sarney na presidência, defende a extinção do colegiado. Garibaldi afirmou que mesmo diante das mudanças quem tiver maioria vai influenciar no resultado. O peemedebista disse que o ideal seria que o STF (Supremo Tribunal Federal) julgasse esses processos.

Protesto

Ontem, DEM e PSDB decidiram renunciar às vagas de titulares e suplentes do órgão em resposta à decisão do Conselho de Ética de arquivar 11 denúncias e representações contra o presidente do Senado.

No entanto, como os dois partidos têm apenas cinco das 15 vagas de titulares do órgão, não haverá prejuízos para que o conselho continue a funcionar no Senado com os demais dez titulares.

DEM e PSDB prometem não retornar ao conselho enquanto o órgão não passar por profundas mudanças no âmbito do Senado. "Nós cinco renunciamos ao Conselho de Ética e não voltamos a ele estando ele como está. Decidirão o que quiserem lá sem a nossa presença, sem a nossa legitimação", disse o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM).

O líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN), disse que a decisão dos partidos de oposição é "irrevogável" --numa ironia ao senador Aloizio Mercadante (PT-SP), que anunciou como "irrevogável" sua renúncia à liderança do PT no Senado, mas acabou permanecendo no cargo. "


MÁRCIO FALCÃO da Folha Online, Brasília

até breve

Perdão...



"O que é mais importante: Perdoar ou pedir perdão?
Quem pede perdão mostra que ainda crê no amor...
Quem perdoa mostra que ainda existe amor para quem crê...
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais importante...
É sempre importante saber que: Perdoar é o modo mais sublime de crescer,
e pedir perdão é o modo mais sublime de se levantar ..."

autor desconhecido





até breve

Enquanto isso no Senado Federal... VI

O jogo está tenso...

Quem diria que tudo não passa de uma grande partida de futebol?!?!?!




É Uma Partida De Futebol
Composição: Samuel Rosa e Nando Reis

Bola na trave não altera o placar
Bola na área sem ninguém pra cabecear
Bola na rede pra fazer um gol
Quem não sonhou ser um jogador de futebol?

A bandeira no estádio é um estandarte
A flâmula pendurada na parede do quarto
O distintivo na camisa do uniforme
Que coisa linda, é uma partida de futebol

Posso morrer pelo meu time
Se ele perder, que dor, imenso crime
Posso chorar se ele não ganhar
Mas se ele ganha, não adianta
Não há garganta que não pare de berrar

A chuteira veste o pé descalço
O tapete da realeza é verde
Olhando para bola eu vejo o sol
Está rolando agora, é uma partida de futebol

O meio campo é lugar dos craques
Que vão levando o time todo pro ataque
O centroavante, o mais importante
Que emocionante, é uma partida de futebol

O goleiro é um homem de elástico
Só os dois zagueiros tem a chave do cadeado
Os laterais fecham a defesa
Mas que beleza é uma partida de futebol

Bola na trave não altera o placar
Bola na área sem ninguém pra cabecear
Bola na rede pra fazer um gol
Quem não sonhou ser um jogador de futebol?

O meio campo é lugar dos craques
Que vão levando o time todo pro ataque
O centroavante, o mais importante
Que emocionante, é uma partida de futebol!

até breve

terça-feira, 25 de agosto de 2009

O porquê do anonimato!


Bebendo um café com um primo e um amigo, o primeiro me questionou sobre este blog.



Doce, como uma madre superiora com TPM, ele inquiriu o seguinte:



- Já que você perde seu tempo com essa coisa(blog), deveria mostrar as mazelas da cidade, deveria ter isso com um cunho de prestar serviços de informação a sociedade denunciando as coisas.



E continuou:



- Aproveita que você tem essa merda desse seu celular com camêra, e mostre a todos o que está acontecendo com nossa Campos! O descaso em tudo, por parte de todos!



Disse a ele que minha intenção não é ser contra, por ser contra. Não tenho motivo para ficar batendo em A, nem B, muito menos na Prefeitura.



E ele sutil, como uma porca prenhe, prosseguiu:



- Mas que medo é esse? Você já não se esconde no anonimato? Tá devendo o que a quem? Palhaçada!!!



E suas palavras ficaram em minha mente, golpeando como um martelo.



Pensei muito no assunto, e vou tentar, não só a você meu primo, mas a todos, esclarecer alguns pontos.



Quando repito, inúmeras vezes, que não estou aqui para simplesmente fazer coro contra a Prefeitura, digo com sinceridade.



Como meu primo me perguntou, posso dizer que não tenho medo, nem estou devendo nada a ninguém.



Não sou, e nenhum dos meus é contratado, impreiteiro, DAS, e até onde eu sei ninguém tem regalias desse ou de qualquer outro governo.



O que tento preservar aqui, são meus amigos, colegas... que estão, de alguma forma, elencados no rol acima.



Quero vir aqui e poder falar de A, B, ou C, sem ter medo de prejudicá-los, ou de perder as amizades deles. Pois como tenho, pouco, mas tenho, demonstrado, se tiver que bater irei bater, independente de quem for.



O que não vou fazer é ficar agredindo por esporte, sem estar munido de provas suficientes.



Não vou prestar-me a usar o mexerico, a intriga, o fuxico para causar frisson.



Sei que sou criticado e até desacreditado pelo uso do anonimato.



O advogado e jornalista Luciano Aquino Azevedo me repreendeu, com uma certa finura, sobre o meu anonimato, em um comentário que o mesmo fez em uma postagem minha a seu respeito.



Para se ter uma idéia, nem dez pessoas sabem da minha relação com este blog.



Concordo... o anonimato pode, aos olhos da maioria, como para você primo, ser uma covardia, no entanto, prefiro estar no ceticismos de alguns, porém com minha consciência pacificada.



Que seja até traição, mas no momento que sento a frente de um computador, e faço o login do Cabrunco do Chuvisco, esqueço que tenho amigos, esqueço quem sou eu. A única coisa que não esqueço, e não me permitirei, é esquecer são meus princípios.



Se fulano, meu amigo, errou em suas funções como estadista, e se em minha posse estiver material comprobatórios deste incerto... não irei me furtar de postar o que achar conveniente, doa a quem doer!



Não tenho inimizade com ninguém do staff do atual governo municipal, e como já disse não recebo nenhuma regalia do mesmo.



Em relação a fazer parte do governo, nunca fiz, nem ontem, nem hoje... amanhã... quem sabe?!?!?!



Pois não vamos ser hipócritas!



Afinal, para Campos virar este ringue, de lutadores ávidos por poder, só pode ser por causas das tetas, que devem estar repletas!!!



Chego ao final desta postagem, achando que consegui esclarecer o porquê do anonimato.



Caso não tenha alcançado meu objetivo, deixo a seguinte acalento: um dia entenderás.



E quanto a você, meu "tenro" primo, da próxima, beberemos cerveja... tudo fica mais fácil de assimilar!



até breve

Quando temos que elogiar...



Acabo de tomar conhecimento através do blog urgente!, do jornalista Vitor Menezes, que o evento que deveria ter acontecido na última sexta, dia 21/08, na praça do Senai, foi transferido para a próxima sexta, dia 28/08, nas dependências do Palácio da Cultura.

No domingo postei minha indignação com a não consumação do entretenimento.

Agora fico feliz pela iniciativa rápida da Prefeitura, através da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, em não só manter o evento, como também em escolher um local mais nobre e seguro para a realização deste show.

Parabéns!!!

Como sempre digo: quanto temos que elogiar...

até breve

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Enquanto isso no Senado Federal... V

"O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), trocou farpas nesta segunda-feira com o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) no plenário da Casa, depois que o petista lhe cobrou explicações sobre a crise política que atinge a instituição." Fonte: Uol Notícias.



Será que ainda há em quem acreditar, e pormos nossas esperanças, na Câmara Alta do Brasil???

até breve

"De olho no palanque de Dilma em 2010, Lula chama presidentes do PMDB e PT"


Impressionante como as coisas vão tomando formas!!!



Quem diria que um torneiro mecânico, ex-sindicalista ,e hoje Presidente de Brasil, vendo este seu último emprego chegando ao fim, começa a virar articulador político.



De acordo com o Globo, em uma matéria publicada às 18h45m, o Presidente está demonstrando seu novo, e concomitante, ofício:



"De olho no palanque de Dilma em 2010, Lula chama presidentes do PMDB e PT


SÃO PAULO - Uma semana depois de salvar o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva costura agora o apoio do PMDB à candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Lula chamou na tarde desta segunda-feira ao escritório da presidência da República em São Paulo os presidentes do PT e do PMDB (deputados Ricardo Berzoini e Michel Temer, respectivamente), além dos líderes dos dois partidos na Câmara (Henrique Alves, do PMDB e Cândido Vacarezza, do PT), para começar a montar o apoio dos dois partidos para Dilma em 2010 com os dois partidos no mesmo palanque.


Lula quer que esse grupo se reúna semanalmente para resolver divergências e palanques em duplicidade, como acontece em estados importantes, como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Pará. O presidente quer também que esse grupo resolva os problemas nos estados e monte palanque único nos estados. Um dos problemas a ser resolvido acontece na Bahia, onde o governador Jaques Wagner quer ser candidato à reeleição e onde o ministro da Integração, Geddel Vieira, também pretende ser candidato a governador.


Berzoini luta para que Wagner seja o candidato a governador e o PMDB lance o candidato ao Senado na Bahia. Problemas semelhantes acontecem em vários outros estados, como o Pará, onde a governador Ana Julia Carepa (PT) pretende disputar a reeleição, mas Jader Barbalho tem colocado obstáculos. No Rio, é o petista Lindbergh Farias que dificulta a vida do governador Sergio Cabral, que deve ser candidato à reeleição pelo PMDB. O grupo formado por Lula vai arbitrar essas disputas regionais para fortalecer o palanque dos dois partidos em todo o país. " Fonte: O Globo.





até breve

Para Descontrair!!! V

Há de se respeitar!!!

Walter D'Ávila (Porto Alegre, 29 de novembro de 1913 - Rio de Janeiro, 19 de abril de 1996) ator e humorista brasileiro.

Milton Carneiro (1923 — 1999) foi um ator e comediante brasileiro.

Fonte: Wikipédia.



Saudades!!!

até breve

Será o Canto do Cisne?!?!?!


"(...) segundo a crença popular o cisne emite um lindo canto ao pressentir a proximidade de sua morte, surgindo daí a expressão “canto do cisne” como metáfora para as últimas realizações de uma pessoa." Fonte: Fernando Dannemann - Contador de histórias.

Não poderíamos de deixar de parabenizar Rubens Barrichello pela sua vitória no último domingo no GP da Europa.

Na matéria do Globo Esporte, "Impecável em Valência, Barrichello vence a centésima do Brasil na F-1", o brasileiro foi excepcional, triunfante, entre outros adjetivos(aqui).

O que me causa ansiedade, e falo em relação a carreira, é em saber se, finalmente, o piloto estará perto de encerrar suas atividades na F-1!!!

Será o Canto do Cisne?!?!?!

até breve

Bom Dia!!!



até breve

domingo, 23 de agosto de 2009

Se alguem tiver a resposta...


Existe uma máxima no Direito que diz que "ninguém pode alegar desconhecimento da lei".

Assim, gostaria de saber como uma Prefeitura, através uma de suas Fundações Públicas, pode patrocinar/apoiar um evento em um local, onde este mesmo local, que digamos de passagem, é público, é impedido de haver eventos pelo Ministério Público?

Se alguém tiver a resposta...

Como sempre deixo claro, não estou aqui para perseguições, apenas cobro, quando cobro, respeito por Campos e por nós Campistas.

até breve

sábado, 22 de agosto de 2009

Palavras de um futuro bom!!!



Anda. Enquanto o dia acorda a gente ama
Tô pronto prá te ouvir aqui na cama
Te espero vamo rir de todo mundo
Nesse quarto tão profundo

Pára. Repara, tente ver a tua cara
Contemple esse momento é coisa rara
Uma emoção assim só se compara
À tudo que nós já passamos juntos

Preciso tanto aproveitar você
Olhar teus olhos, beijar tua boca
Ouvir palavras de um futuro bom

Preciso tanto aproveitar você
Olhar teus olhos, beijar tua boca
Dizer palavras de um futuro bom

Anda. Enquanto o dia acorda a gente ama
Tô pronto prá te ouvir aqui na cama
Te espero vamo rir de todo mundo
Nesse quarto tão profundo

Pára. Repara, tente ver a sua cara
Contemple esse momento é coisa rara
Uma emoção assim só se compara
À tudo que nós já passamos juntos
Nesse quarto em um segundo

Preciso tanto aproveitar você
Beijar teus olhos, olhar tua boca
Dizer palavras de um futuro bom

Preciso tanto aproveitar você
Beijar teus olhos, olhar tua boca
Ouvir palavras de um futuro bom

Palavras... Palavras... Palavras de um futuro bom
Palavras... Palavras...

Preciso tanto aproveitar você
Beijar teus olhos, olhar tua boca
Ouvir palavras... Palavras... Palavras de um futuro bom

Composição: Rogério Flausino

_ _ _
Para você!!!

até breve

Enquanto isso no Senado Federal... IV



até breve

Arnaldo Jabor

Parece que foi ontem!!!



até breve

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Pensem em vocês, e nas suas familias!


Acabo de passar pelo blog do Professor Roberto Morais e me deparei com uma postagem que fala do abuso do comércio em relação a venda do álcool em gel(aqui).


Eu já vi muita sacanagem! Isso mesmo, sacanagem, e me desculpem pelo termo, mas não posso ser mais brando do que isso, mas igual a essa...


Lembro-me bem na época do então Presidente da República, o Excelentíssimo Sr. José Sarney, hoje Presidente do Senado -esse cara adora uma presidência - a corrida ao mercado municipal para se adquirir produtos.


Recordo-me de latas de 500g de manteiga, onde o normal era os tabletes de 200g, sendo vendidas à preço de ouro.


Rememoro-me com os baldes de 20 litros de maionese, as latas gigantes de óleo, os potes enormes de azeitona, as peças tanto de presunto como de queijo, tudo ao olho da cara.


Naquela época passávamos por um problema econômico no país, não era justificável a mais-valia, mas os produtos que citei eram e são supérfluo, ou no mínimo não salvam vidas.


O que esta acontecendo em nosso comércio é no mínimo uma tendência ao genocídio.


Podem pensar que estou exagerando, mas vou rapidamente tentar explicar:


Se alguém não tem o dinheiro para tomar vitaminas, comprar máscaras, e se higienizar com álcool em gel, está mais propenso a influenza A, correto?


E essa pessoa pode estar do seu lado, trabalhando, indo até uma farmácia para comprar esses produtos, e se deparando com os preços absurdos e não comprando, podem estar na fila do supermercado... pode estar em qualquer lugar.


Aí o dono da farmácia, ou do supermercado pensa assim: que se dane, eu não vou por esses dias lá mesmo!!!


Mas o motorista dele vai, o contador tem que ir, o amigo do filho, que tem a mãe que é dona de casa, vai. Enfim, ele também esta no grupo de risco, de alguma forma.


Pode ser que o Redoxon, que ele está tomando, ajude. Pode ser que o álcool em gel, que ele higieniza a mão, colabore. Mas será que está totalmente livre do H1N1?


Então senhores donos de comércio, senhores revendedores, senhores fabricantes, quem quer que seja de direito, por favor sejam mais humanos, pensem nos seus iguais. Pois pensando neles, diante desta situação que está acontecendo, estará pensando em vocês, e nas suas famílias!


até breve

Quero ver as estatísticas!!!


Ainda não li na íntegra a Lei 12.015/09 que trata dos crimes sexuais. Mas li alguns comentários sobre a mesma.




De acordo com Fábio Tofic Simantob, que é advogado e diretor do Instituto de Defesa do Direito de Defesa, em seu artigo no Jornal O Globo, no último dia 17 de agosto, ocorreu um retrocesso penal nos crimes sexuais. Eis um pequeno trecho do artigo:




"Entre as alterações, podemos citar a extinção da Ação Penal Privada (os processos contra acusados de crimes sexuais, agora, só têm início mediante atuação do Ministério Público, e só em alguns casos com o aval da vítima)." (artigo na íntegra aqui)




Pesquisando um pouco mais, deparo-me com um artigo da Associação Paranaense do Ministério Público, onde transcrevo um pequeno segmento:




"Outro avanço da matéria é no que diz respeito ao estupro, que deixa de ser um crime cometido somente contra mulheres, e passa a ser definido como “Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”. Com isso, passa a se reconhecer o estupro de pessoas do sexo masculino também."(artigo na íntegra aqui)




A lei diz, ao que refere-se a Ação Penal:


"Art. 225. Nos crimes definidos nos Capítulos I e II deste Título, procede-se mediante ação penal pública condicionada à representação.
Parágrafo único. Procede-se, entretanto, mediante ação penal pública incondicionada se a vítima é menor de 18 (dezoito) anos ou pessoa vulnerável
."




Fiquei analisando estas duas pequenas sínteses, juntamente com o art. 225 do preceito jurídico, e surgiu uma problemática que irá causar problemas para a Justiça. Eis a questão:




Tício, 17anos, homossexual assumido, é violentado. De acordo com a nova lei ocorreu estupro. O MP toma conhecimento do fato e promover a ação penal de ofício.




Digamos que quem fizera tal ato, já era conhecido de Tício. Digamos ainda, que Tício apaixonou-se por seu algoz, uma vez que já nutria sentimentos pelo mesmo.




Diante da questão, como fica a ação?




Está claro que apenas estou tentando fazer uma troça com o novo ordenamento, mas, daqui para frente, vejamos as estatísticas de estupros no sexo masculino!!!




até breve

Arnaldo Jabor e o depoimento de Lina Vieira


Não costumo ficar até altas horas vendo televisão.

Mas ontem, por mais que estivesse com sono, não conseguia dormir, então resolvi me ninar vendo TV.

Zappiando pelo canais me deparo com Arnaldo Jabor no Jornal da Globo, discorrendo sobre o episódio do depoimento da ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira:

" “Eu fui lá no Planalto”. Não ela não foi. “Fui sim, ela estava com um xale lindo”. Não foi. Aí o Lula se meteu: “a Lina podia ter mostrado a sua agenda”. E a agenda do Planalto. Ninguém entra ali sem carteira e foto.

Porque a Dilma nega? A Lina disse apenas que ela mandou ‘aligeirar’ o processo do filho do homem. Então é uma análise de sentido, semântica? ‘Aligeirar’ que dizer: vai logo e ferra o filho do Sarney ou livra a cara dele?

A única conclusão é que essa polêmica está servindo para ocultar uma outra verdade: a Lina saiu da Receita Federal porque questionou a Petrobras e o governo não quer CPI que mexa nesta caixa preta de petróleo.

É fascinante, quase maravilhoso ver metade da tropa de choque do governo, a rapidez das jogadas, os risos cínicos, os punhos erguidos. Que bela linha de passe das cobras criadas no PMDB e no PT. Como são hábeis. Todos treinados em processos na justiça e nas CPI´s.

Profissionais que amanhã no Senado vão provavelmente arquivar tudo sobre o grande timoneiro do atraso. A opinião pública já está com saudades das mentiras do passado.

Antigamente o mentiroso se ruberizava, tremia a voz. As mentiras eram bem feitas. Havia arte. Hoje essa gente não desrespeita apenas a verdade. Eles não respeitam mais nem a mentira." (vídeo)


até breve

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Mas podiam fazer mais, muito mais!!!


Prometi, quando montei este blog, a não entrar na vereda da religião.

Para falar a verdade, o que pretendia era não entrar em conflitos como religião, futebol, política, entre outros... mas já cometi alguns erros há muito tempo!rsrsrs...

Agora vamos a mais um!rsrsrsrs....

Tenho essa visão há muito tempo, e gostaria de compartilhá-la.

O que estou tentando postar é sobre as contribuições feitas por fiéis em prol das religiões.

Alguns contribuem apenas com o dízimo, outros, "buscando um a salvação eterna", ofertam muito mais.

Não sou contra a oblação, em hipótese alguma.

O dinheiro é do fiel, e se ele acha que deve doar... quem sou eu para ser contra.

Muitos ao doarem a sua décima parte de seus salários, deixam de ir para suas casas alcoolizados, não batem nas esposas, nos filhos, não arrumam confusão em bares, não usam drogas, entre outros benefícios que a fé lhes trazem, uma vez que a lavagem cerebral é muito poderosa.

Nada contra. Pelo contrário.

Acho que se esse é, para alguns, o único meio de ter uma vida social, mais uma vez repito: quem sou eu para ser contra.

Agora, deixa um pouco chateado é a forma que o dinheiro deveria ser empregado e não é.

É claro que os pastores precisam de boas casas, carros de luxo, iates, fazendas... entre outros gêneros de primeira necessidade!

É claro que os templos têm que parecerem verdadeiros castelos de sonho encantado, com todas as pompas possíveis!

São não concordo é que nem se quer uma parte é investida em construções de fábricas, ou outro empreendimento qualquer, que além de dar retorno aos pastores, dê principalmente empregos aos seus fiéis.
Por exemplo: se de cada R$ 10,00, R$ 5,00 fossem investidos em um cometimento que gerasse empregos aos seus sectários, e que da metade desse lucro gerado, nesta empresa, fosse para a criação de mais uma forma de empregar seus seguidores, tenho certeza que as empresas da fé fariam algo de bom não só para elas mas também para aqueles que necessitam.
Mas isso gera vigilância, e qualquer tipo de fiscalização não é bem-vinda!

Juro, irmãos, que não me causaria nenhum tipo de repulsa, ao que tange essas crenças que usam da fé para o enriquecimento de poucos, se essas medidas fossem tomadas.
Fica aí a tentativa de querer ver as coisas acontecendo de forma positiva para todos.

Pois, reafirmo, algo positivo essas doutrinas fazem em prol de seus seguidores!

Mas podiam fazer mais, muito mais!!!

até breve

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

As emissoras são de vocês, mas o saco é nosso!!!


A briga seria boa se os fatos fossem pertinentes!!!



Esta semana, desde que a Justiça Paulista acatou a denúncia, por parte do Ministério Público do Estado de São Paulo, contra o líder da Igreja Universal e mais nove membros da mesma igreja, a briga entre a Globo e a Record está intensa.



Sabemos que o interesse da Rede Globo é impedir o crescimento da segunda maior rede televisiva brasileira.



Houve um pouco de exagero na matéria, ou podemos colocar que houve um tempo desprendido maior que o necessário.



Mas a única coisa que a Globo fez foi noticiar um fato.



Ocorreu a denúncia, e nada mais certo para o meio jornalístico é a informação de seus telespetadores.



Se houve exagero ou não... isso importa pouco!



A Rede Record por outro lado vem se defendendo com uma tática muito usual, o ataque.



O que me causa surpresa é a quem a Record vem atacando.



Foi a Rede Globo que fez a denúncia? Foi a Globo que acatou a denúncia?



Não estou a defender nenhuma das duas emissoras, mas não acho correto o sensacionalismo que esta sendo feito e induzindo milhares de telespetador.



O ataque deveria ser direcionado ao membro do Ministério Público que fez a denúncia. Ou então ao juiz que acatou a denúncia.



Sabemos muito bem que a família Marinho não "fica de bobeira", e que se mexer no balaio sairão gatos, principalmente os pardos. Mas daí a ficar requentando matérias, simplesmente com a intenção de mudar o foco de um fato real...



Por favor senhores: as emissoras são de vocês, mas o saco é nosso!!!



até breve

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

A Vaidade pode Matar!



Parece piada, mas não é! Pelo contrário, é muito sério e triste!


Infelizmente uma menor, com 12 anos, faleceu no interior de Pernambuco por causa do uso de "chapinha".(aqui).


Isso mesmo Senhoras, uma chapinha. Este novo e "revolucionário" eletrodoméstico que virou febre entre as mulheres.


Antigamente, na época do pente quente, o máximo que acontecia eram queimaduras nas mais desatentas.


A vaidade pode matar!!!


Fiquem atentas!!!


até breve

Fica a Dúvida e o Alerta!


Impressionante como os caminhos de nossa população ficam a mercê de quem não conhece nossa realidade!
Espero haver justificativa(s)!



Ao entrar no site oficial da PMCG, deparei-me com o anúncio do retorno as aulas para Rede Municipal de Ensino.(aqui)



Pelo que me lembro o dia marca para tal retorno, inicialmente, era dia 03 de agosto.



Devido a esta fdp gripe o calendario foi alterado para dia 10, e subsequentemente, para o dia 17 deste mês.



Até ai tudo bem!



O regresso das atividades escolares deveria ser o mais rápido possível, uma vez que há a possibilidade de um atraso exponencial do calendário escolar.



Sabemos que a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional(LDB), fixa um mínimo de 200 dias de efetivo trabalho, da seguinte forma:



"Art. 24º. A educação básica, nos níveis fundamental e médio, será organizada de
acordo com as seguintes regras comuns:


I - a carga horária mínima anual será de oitocentas horas, distribuídas por um mínimo
de duzentos dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais,
quando houver;"




No entanto, quando fora criada a LDB, nem sonhávamos com a influenza "A". Não obstante, vamos respeitar o ordenamento.



O que me causa estranheza é a declaração da administração municipal, de que devemos esperar uma prorrogação oriunda da Secretaria Estadual de Educação, e nessa está embarcando boa parte da rede particular de ensino.



Qual seria o propósito:



Há uma subordinação?



Há uma concórdia neste sentido?



Há uma análise em andamento, por parte do Estado, onde se verifica a incidência temporal da transmissão da influenza "A", e esta ainda não é de conhecimento do município?



Ou há, e torço para que não, um "lavo minhas mãos", como Pôncio Pilatos fez, colocando toda a responsabilidade, ou parte dela, no "colo" da administração estadual?



São perguntas que creio não poder responder, ou se a resolução for oriunda da ultima indagação, prefiro ficar sem esta erudição.



Quero deixar claro que não estou aqui com intuito de por lenha na fogueira, pois tenho tentado não postar nada referente a esta epidemia.



Confesso, que em relação a esta pestilência, não estou receoso... ESTOU APAVORADO!!!



Espero que os órgãos competentes estejam munidos de todas as formas possíveis e, gostaria também, impossíveis para poder conter este contágio.



Esperançoso fico contando que todas as escolas e faculdades pertencente ao território de nossa cidade, que sejam: municipais, estaduais, federal, e particulares, tenham condições de receber o corpo discente com todas as medidas de prevenção postas em prática, e não em panfletos afixados em murais!



Gente a coisa é mais séria do que podemos imaginar, precisamos reagir, ou pelo menos nos precaver!



Fica o alerta!



até breve

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Da Falta de Vergonha na Cara, ao Vício


Deixei um comentário na postagem Atenção fumantes II do blog Cama de Gato e foi mais ou menos assim:





Concordo que o cigarro faz mal, mas daí a proibição em qualquer local público já é um pouco demais.



Sou fumante há mais de 17 anos. Sei dos riscos que causa em mim e nos outros. Pode ter começado por falta de vergonha na cara, admito, mas hoje é vício, e há de se respeitar.



Sei que os outros nada tem haver com minha ignorância, mas acabam sendo fumantes passivos...
A história é longa e não vou me aprofundar mais...



Cria-se, então, locais para os fumantes!!!



Não se pode proibir alguém de exercer o uso de uma substância que tem regulamentada sua venda pelo Governo.



Isso é um absurdo!!!



Obriguem os bares a terem locais especiais... sei lá... qualquer coisa...



Mas a proibição é, a meu ver, totalmente arbitrária, sem falar que é torturante, pois quem é fumante sabe do que estou falando.



Esclareço que sei dos males que o fumo traz, principalmete aos fumantes "passivos", mas daí uma medida radical como essa... completo exagero e desrespeito aos dependentes da nicotina, que não deixarão de fumar por essa ou aquela imposição, deixarao de fumar por falta de muita força de vontade.



E se querem saber a verdade: tudo que é proíbido, sempre é mais gostoso!!!





O que vai acabar acontecendo: fumantes indo ao banheiro fumar, fumando na frente do estabelecimento, fumantes fumando escondido por debaixo da mesa, e olha que eu já fiz isso no Shopping Avenida 28...





Agora vou dizer o que essas reações podem trazer: entradas lotadas dos bares, fazendo com que quem passe, pense que esta cheio o estabelecimento, e não queiram parar... resultado, prejuízo para o dono.





A prática de fumar no banheiro, faz com que o mesmo fique com a fumaça retida no seu interior, transferindo a mesma aos demais usuários do recinto.





O ato de esconder o cigarro debaixo da mesa é no mínimo constrangedor, pois a fumaça sobe, o cheiro se espalha da mesma forma pelo ambiente, pode-se queimar uma toalha, ou alguém, além da situação vexatória que é ser pego.





Isso sem contar que o fumante fica impaciente, não por não fumar, mas sim por não poder, podendo tornar-se agressivo, mal-educado, rude...





O ato de fumar com pressa faz com que as substâncias do cigarro, rapidamente, sejam absorvidas pelo sistema sanguíneo, por conseguinte chegando mais rápido ao cérebro, causando muitas vezes tonturas no fumante.





Sei que todas essas práticas, e seus efeitos, não dizem nada para quem não fuma, pois não será ela a pessoa a ser jogada para fora por seguranças do local público, por exemplo. Mas imagina se esse fumante for o namorado de sua filha ou neta...





Então, como pensaram em suas filhas, netas... pensem também na esposa, filha e neta do fumante, que podem passar por vergonha como essa, ou mesmo ter uma péssima companhia em uma noite que poderia ter sido maravilhosa!



Pensem nisso!!!



Já estou cansado por hoje, vou fumar meu cigarrinho e me deitar.





até breve