quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Perde-se um Guerreiro!


"A morte surgia-lhe como uma consagração de que só os mais puros são dignos: muitos homens desfazem-se, poucos morrem."
Marguerite Yourcenar
_ _ _

"Eu quero que todos façam silêncio
Silêncio para ouvir minha canção
Minha alma de tristeza esta chorando
Em luto se encontra meu coração

A morte carregou pra bem distante
Mais um soldado da minha nação
Que deus lhe guarde no reino da glória
Querido lavrador, querido irmão"


A Morte De Um Guerreiro
Léo Canhoto e Robertinho
_ _ _
RENATO BARBOSA GOMES, o Renatinho Barbosa: 01/05/65 -23/09/09
_ _ _
até breve

Um comentário:

Rosângela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.