segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Só um violão!


Ao sair de um Centro Médico, localizado ao lado do Liceu de Humanidades de Campos, vi uma cena que seria burlesca, se não fosse triste!


Um rapazola , de uns 16 anos, com uniforme do LHC, me chamou a atenção quando desceu do ônibus.


Não foi o fato do garoto, assim que pôs os pés no chão, acender um cigarro, nem sua enorme tatuagem, que me chamaram atenção, mas sim um violão que o mesmo portava.


Já declarei que, infelizmente, sou fumante, e em minha adolescência já tive a pretensão de ter uma tatuagem. Hoje, no entanto, não consigo ver meu corpo marcado, por qualquer motivo que seja.


O fato do violão me chamou a atenção, não por ser um violão raro, ou mesmo bonito, ou qualquer outra característica, mas, sim, do guri carregar apenas o instrumento, e mais nada!


Nem um caderno, nem um livro, nem uma pastinha sequer... NADA!!!


Era só o violão e o menino!


Aí me pergunto, como os pais deixam, em pleno período letivo, o infante sair de casa sem seus livros, material indispensavél para as aulas, e ao invés disso, uma viola?


Uma imagem execrável!


Pelo bem do futuro daquele moleque, espero que em seu bolso de trás haja, ao menos, uma caderneta e lápis!


até breve

4 comentários:

Anônimo disse...

PROCURA-SE!!!!!!!!!!!!!!!!!

UM "LEÃO EDUCACIONAL",QUE NÃO PAGA POS SALÁRIOS DOS SEUS MESTRES HÁ 5 MESES???
SERÁ QUE ALGUÉM ADIVINHA DE QUE SELVA VEM ESSE LEÃO???

Anônimo disse...

Imagem execrável? Será que n~]ao foi um pouco demais? Execrável seria se ele descesse do ônibus nu ou portando uma arma.

Rosângela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Cara vc num acha isso um pouco de preconceito? o cara não precisa esta sempre com caderno etc...
a pessoa deve ter lazer, so pq ele tinha tatoo etc