terça-feira, 25 de maio de 2010

Velório em Portugal


"Estava de passagem por Portugal quando percebi que uma pessoa havia morrido..

Fiquei curioso para saber como eram os velórios deles.

Ao chegar, vi que no caixão estava o morto inteiramente nú e ao lado um grande pote cheio de creme, do qual cada um dos presentes pegava um pouquinho e passava no defunto.

Surpreendido pela cena, coisa inusitada, aproximei-me da mulher e perguntei:

- Desculpe-me a ignorância, mas porque estão passando creme no defunto? É tradição aqui?

A esposa respondeu:

- Não! É inédito! Nunca fizemos isso. Ele é que pediu para ser cremado!!!"
_ _ _

até breve

3 comentários:

Herval Junior disse...

Hahaha!
Eu gostaria de ser cremado também,mas não daria pra trocar por um creme da AVON?
Boa essa...
Abraço!

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk

nem acredito que li isso..
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

Ai, Herval, logo avon?E logo você que sei que busca o certo, correto e justo o tempo todo? "AVON" que "vive batendo a nossa porta" significa "iniquidade" e "iniquidade" está ligado a tudo de ruin que uma pessoa possa cometer na vida. Sai dessa de AVON, hein! As palavras tem poder e o "iníquo" já está se preparando para se apresentar ao mundo e grampear desavisado, desbibliado e desleiturado. Cuidado.

Nada está neste mundo por acaso. O problema é que povo não vai às fontes corretas...

Um abraço, Herval.