segunda-feira, 25 de abril de 2011

Frota de carros no Rio deve ultrapassar os 3 milhões até 2020, quase o dobro da atual



A frota de automóveis no Estado do Rio de Janeiro será quase o dobro da atual até 2020, segundo estimativa do professor de Engenharia de Transportes da Coppe/UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Paulo Cezar Ribeiro. De acordo com o Estudo da Evolução da Frota, entre 2016 e 2020, o Rio terá um carro para cada dois moradores.

A pesquisa prevê que a frota de 1,867 milhão de automóveis, que circula atualmente no Rio, ultrapasse os 3 milhões nos próximos nove anos.

O professor atribui esse crescimento a três principais indicadores: à vontade de ter veículo próprio, ao interesse do governo federal no comércio de automóveis e ao crescimento da indústria automobilística no Brasil.

- Existem três grandes indicadores que comprovam que estas taxas tendem a aumentar. Primeiro, a vontade de cada um ter o seu carro. Segundo, porque o governo tem interesse que as pessoas comprem carros para arrecadar impostos. E, terceiro, que todas as fábricas de automóveis estão vendendo carros no Brasil. É um mercado que só tende a crescer.

Entre 2001 e 2010, o número de veículos, incluindo carros, motos, caminhões e ônibus, aumentou 43% em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense; 38% em Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; 29% em Itaguaí, também na baixada, e em Niterói, região metropolitana; e 28% na capital fluminense.

De acordo com Ribeiro, há dez anos, somente a zona sul do Rio apresentava 500 automóveis para cada 1.000 habitantes. Os bairros com maior concentração de veículos eram Ipanema e Leblon.

- Eu tenho uma pesquisa, que fiz há dez anos, que mostra que só na zona sul, em Ipanema e no Leblon, havia 500 veículos para cada 1.000 habitantes. Só na Barra da Tijuca, eram 700 automóveis para cada mil habitantes.

Fonte: R7

até breve

Um comentário:

JP disse...

nesse numero estão inclusos os carros emplacados no ES?